https://cdn.saltoquantico.com.br/wp-content/uploads/Thais_BT165.jpg[A “Blonde Venus” sergipana Thaïs Bezerra]

por Thaïs Bezerra (*)

Dois casos de alcoólatras condenados à morte pelos médicos, na UTI, para um espaço de 24h, que voltaram à vida, sem explicação científica, contados pelas testemunhas, uma delas Marcone Vieira, presidente do Braço do Instituto Salto Quântico nos EUA (que recentemente recebeu o título de cidadão norte-americano); três depoimentos impressionantes sobre vida depois da vida, duas psicografias de arrepiar, vídeos encantadores, como a tão esperada seleção de imagens do Sol, tiradas na proximidade da Descida de Maria Santíssima sobre Aracaju, neste último 28 de agosto, no Evento Maria Cristo, que esta jornalista apresentou… Foi parte do que se passou, nessa semana, no site saltoquantico.com.br, que voltou, por tempo indeterminado, à publicação de quatro postagens, em dias comerciais. Vale a pena checar. Palestras no Emes, entrada franca, das 6h da tarde às 8h da noite.

(Nota publicada no Jornal da Cidade, Aracaju/SE, em 18 de setembro de 2011.)


(*) Remetendo a outro ícone imortal e emblemático, Marlene Dietrich, musa-deusa do cinema antigo, é assim que é conhecida a ultraprestigiada jornalista, lenda viva do colunismo social sergipano: Thaïs Bezerra, com inacreditáveis 32 anos de carreira, geminados (ninguém sabe como) a um corpo-escultura de adolescente. Políticos, empresários, acadêmicos, VIP’s de todas as categorias reverenciam a poderosíssima “Blonde”, que passa incólume a todas as crises, sempre irradiando alegria, otimismo e fé. Como diz nosso líder, canal do Espírito Eugênia, Benjamin de Aguiar: “Médium mística do inconsciente coletivo de Aracaju, Thaïs é uma prova viva de como se pode ser canal do bem em qualquer latitude profissional, encarnação rara de lealdade aos amigos e de determinação pessoal inamovível”. Thaïs publica, desde 2005, semanalmente, notas sobre o Instituto Salto Quântico. Aqui passarão elas a ser também trazidas a lume, para que o Brasil e o mundo conheçam a mulher que mudou a face social e emocional da capital de Sergipe d’El Rey, “Coração do Coração do Mundo”, com seu famoso jargão: “Aju é um baile, com chuva ou com sol”.