Seres do Outro Lado se comunicam ao vivo, diante de centenas de testemunhas, descrevendo situações específicas, em detalhes, sobre a vida de diversas pessoas contempladas com mensagens do Mundo Espiritual, deixando claro que se trata de um fenômeno autêntico, por várias razões:

1) as informações apresentadas são circunscritas no tempo, indicando em que período os eventos ocorrem;

2) tangenciam acontecimentos que os(as) destinatários(as) não partilharam com outras pessoas (encarnadas);

3) não são deduzíveis, nem mesmo pelos entes queridos mais próximos dos(as) agraciados(as), e amiúde são contradedutivas;

4) não estão (obviamente) disponíveis na internet, inclusive porque em geral concernem a assuntos muito íntimos, como sentimentos, ideias e emoções;

5) não são captáveis por observação da linguagem não verbal, já que o médium não tem acesso à imagem dos(as) interlocutores(as), durante o transe mediúnico, o que anula completamente a possibilidade de leitura fria. Por sinal, como esses vídeos são públicos, a linguagem não verbal dos(as) participantes(as) pode ser analisada por qualquer especialista que queira checar a veracidade dos testemunhos.

6) se adicionarmos o fato de que o médium está afastado dos(as) receptores(as) das comunicações, por uma distância de quase 7.000km (Bethel/EUA-Aracaju/BR), podemos dizer que ficam descartadas as teses que pretendem invalidar o fenômeno mediúnico.

Integrante do Departamento de Pesquisa Científica do Instituto Salto Quântico
Bethel, CT, região metropolitana de Nova York, EUA
8 de janeiro de 2021