Misericórdia e Bondade Divinas

Gostaria de transmitir uma ideia, acanhada que seja, da Infinita Misericórdia de Deus – começou por dizer a Majestade Materna do Céu para a Terra. E, após breve pausa, prosseguiu:

Porém, faltam elementos, em linguagem humana, para o fazermos de modo mais completo…

Deus-Pai permite existam os infernos, para que as criaturas aprendam, com as próprias faltas, o caminho de volta à melhor sintonia com sua consciência.

Deusa-Mãe concede estímulos novos, em oportunidades, afeições e circunstâncias diferentes, a fim de fomentar conceitos e esperanças renovados à alma cansada e trôpega, depois de longas e mais pungentes travessias provacionais.

Confie na inexaurível Bondade da Luz Divinal!… – enunciou, por fim, a Sacrossanta Figura de Maria de Nazaré – e esteja certo(a) de que as crises mais amargas, as quedas mais desastrosas e as decepções mais profundas converter-se-ão, cedo ou tarde (e melhor ainda, se mais tarde), em mananciais iridescentes de aprendizados, de amadurecimento e, paradoxalmente, de motivos de felicidade e paz… mas em padrão mais elevado de consciência, serenidade e segurança.

MARIA Santíssima, em interação com o Espírito Eugênia-Aspásia
Psicografia recebida por Benjamin Teixeira de Aguiar
New Fairfield, Connecticut, EUA
19 de novembro de 2017

Veja outras Mensagens de MARIA SANTÍSSIMA