Benjamin Teixeira
por espíritos diversos.

(…) Está tudo bem em relação à organização da empresa. Nestes últimos dias, esperava uma mudança na sistemática operacional do escritório, e o planejamento não surtiu efeito, não sendo possível aplicá-lo.
Pense, minha filha, que, de fato, há muitas resistências ao progresso no mundo físico, e que, assim, a lei da entropia, da desordem crescente, combate todos os esforços da sintropia, isto é, da organização progressiva, função da mente humana, responsabilidade dos seres sencientes.

***********************************************

(…) Filho meu, tranqüilize-se. Há tempo para tudo. Se uma falha não pode ser imediatamente superada, comecemos a trabalhar outras, ou nos apliquemos às tarefas do bem, com que adquirimos merecimentos e acumulamos tensão positiva na mente para a transcendência que almejamos na área difícil.
Portanto, se você se sentiu, ultimamente, estacionado nos seus empenhos de auto-educação, prossiga, ainda assim, na certeza de que o que se não faz hoje, faz-se muito mais amanhã, e de modo melhor e em circunstâncias mais oportunas.

***********************************************
(…) Birgitte (*1), entre nós, pede para lhe dizer que tenha mais confiança em si mesmo, que esta fixação em se cobrar demais, pela dimensão de responsabilidades que lhe está afeta no campo do ideal só dificulta ainda mais a recepção das intuições do bem.
Se o fluxo criativo e inspirativo parecem ser suspensos, paradoxalmente precisa-se de ainda mais tranqüilidade, já que a ansiedade bloqueia os canais da intuição.
Fique em paz, porque você corresponde muito bem às nossas expectativas e necessidades.

***********************************************

Que bom que, nesta semana, tenha se sentido melhor. Você notou? (…) Pois é, minha filha, sua experiência pessoal serve além-fronteiras do seu círculo doméstico de afetos, ainda que você não faça força para isso. É que chegou o seu momento de servir à coletividade, largamente.
Estou feliz, também, com sua digníssima e nobilíssima postura de mãe com (…) (*2), ontem à noite. De fato, minha filha, não é possível vê-lo como seu parceiro em praticamente nada: o nível de amadurecimento psicológico e moral dele, em relação a você, é sofrível. Mas, como condutora amável da alma dele a Deus, você pode servir, e muito bem.


(Coligido em 13 de agosto de 2006. Autores Espirituais: Eugênia, Irmã Brígida e Birgitte. Revisão de Delano Mothé.)

(*1) Mãe espiritual e respeitável orientadora desencarnada de um dos componentes da diretoria do Salto Quântico, espírito que teve passagens significativas em plagas germânicas.

(*2) Eugênia alude ao esposo da destinatária da missiva mediúnica. Compreender maridos como filhos é altamente condenável, de uma perspectiva estritamente psicológica. Quando, todavia, ascendentes morais e espirituais mais sérios são considerados, é comum os guias espirituais pedirem, para que seja possível manterem-se vínculos maritais de alto nível de dificuldade, que se veja o cônjuge como um filho problemático, carente de apoio e afeto, educação e perdão.

(Notas do Médium)

Fonte: http://www.saltoquantico.com.br