Dos EUA, respondendo a perguntas de internautas – palestra de Benjamin Teixeira de Aguiar (30/05/21)

Links citados:

Benjamin faz alusão a um “holocausto brasileiro”
Benjamin faz alusão ao Tribunal de Nuremberg
Outra palestra em que Benjamin faz alusão a “holocausto brasileiro”
Instagram de Pedro Vinício

Temas destacados:

– Escândalos na CPI, manifestações nas ruas contra o governo, indignação justa, posicionamentos firmes, valorização da ciência e da vacina
– Médica que defende uso da cloroquina, preconceitos, gabinete do ódio, eleição de um psicopata, fragilidade mental e moral, surto coletivo e vozes melífluas do mal
– Crise horrenda no Brasil, terceira onda da pandemia, novas variantes, mesquinharia brasileira, sistemas de corrupção, chacina no Jacarezinho, extermínio de pessoas e perseguição de minorias
– Irresponsabilidade nas redes sociais, delírio da idolatria de pessoas, transtorno bipolar, depressão, gatilhos, banalização do mal, incitação ao suicídio de crianças e adolescentes, inconsciência e psicopatia
– Estratégias contra o suicídio, abordagem tripla (terapia, uso de psicofármacos e prática espiritual), transformação da tristeza, aplicação construtiva e estímulo à alegria
– Importância de disciplinas espirituais diárias, frequência a grupos de apoio (virtual) e espiritualidade
– Existência de civilizações superiores, ETs, domínios espirituais, física quântica, fenômeno da não localidade, interconectividade e consciência unificada
– Cientificismo, crenças ateístas estúpidas e vergonhosas, visão infantil sobre Deus, lei do carma, linhas de destino, existência do mal, negligência e “Sede quentes ou frios(as): eu vomito os(as) mornos(as)” (Apocalipse 3։15-16)
– Compartilhamento das mensagens do Instituto Salto Quântico, Endossos Divinos, respeito ao Sagrado, combate pelo bem, propósito, altruísmo e salvação
– Hipocrisia, máscaras sociais, conveniência, artificialismo, cálculos de interesse pessoal, espontaneidade e afetos sinceros

Personalidades citadas:

– Alberto Mendes Cardoso
– Alessandro Vieira
– Carl Gustav Jung
– Carlos Chagas
– Chico Xavier
– Dilma Rousseff
– Eduardo Braga
– Erwin Schrödinger
– Eugene Wigner
– Euryclides de Jesus Zerbini
– Greta Thunberg
– Hannah Arendt
– Immanuel Kant
– Ivo Pitanguy
– John von Neumann
– Max Planck
– MC Kevin
– Napoleão Bonaparte
– Omar Aziz
– Otto Alencar
– Pedro Vinício Ferreira de Araújo
– Randolfe Rodrigues
– Renan Calheiros
– Vital Brazil
– Wolfgang Pauli

Passagens dos Evangelhos clássicos:

– “Conhece-se as árvores pelos frutos.” (Mateus 7։19-20)
– “Não vim trazer a paz, mas a espada.” (Mateus 10։34)
– “Quando chegar num lar, colocarei dois(duas) contra três e três contra dois(duas).” (Lucas 12։52)
– “Dai a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.” (Mateus 20։21)
– “Você só tem poder porque o(a) Pai(Mãe) o concedeu.” (João 19։11)
– “Quem quiser ser o(a) maior seja aquele(a) que sirva.” (Mateus 20։26)
– “Vigiai e orai, para não cairdes em tentação.” (João 19։11)
– “Afasta-te, Satanás! Tu és para mim um escândalo; teus pensamentos não são de Deus, mas dos seres humanos!” (Mateus 16։23)

Seções:

– Apresentação (0:00​)
– Palestra de Benjamin Teixeira de Aguiar (2:09)
– “Ontologia ou oncologia” (videomensagem) (2:46:26)
– “Atalhos inexistentes e trilha autêntica para o Céu” (videomensagem) (2:48:08)
– Nota da jornalista Thaïs Bezerra (2:51:31)