O amor nutre tanto a doçura quanto a severidade.

“Amor” que apenas consiste em doçura é, em profundidade, sedução.

“Amor” que é tão só severidade constitui, em essência, hostilidade.

O amor regula sua manifestação às necessidades do ente amado, de acordo com a circunstância e possibilidades de expressão, tão mais acertadamente quanto mais puro for esse amor.

Mensagem de MARIA Santíssima
Intermediação do Espírito Eugênia-Aspásia
Médium: Benjamin Teixeira de Aguiar
10 de setembro de 2016

 

Veja outras Mensagens de MARIA Santíssima