Oligarquias poderosas e figuras públicas de vulto, ao se colocarem, ainda que indiretamente, contra a Obra que realizas, em Nome das Autoridades Espirituais que te inspiram, despedaçaram-se umas, ofuscaram-se outras…

Perderam a fortuna, a sanidade física e/ou mental, o prestígio e até a vida física, cada um(a) dos(as) que ousaram se opor à Força do Bem que Se expressa por teu intermédio.

Por outro lado, personalidades apáticas e sem luz própria, medíocres no intelecto e/ou mesquinhas nos sentimentos, foram iluminadas, circunstancialmente, pela Luz que refletes de Mais Alto. Todavia, em se afastando ou sendo desligadas da Organização que diriges, no domínio físico de realidade, caíram no ostracismo, no vazio, na tristeza, algumas imergindo em crises de fé, na voragem da desesperança.

Localidades e agrupamentos sociais ou religiosos de que te desvinculaste, por Orientação Maior, degringolaram e entraram em espiral descendente, em sucessão de escândalos, tormentos e descarrilamento dos processos de ação no bem que poderiam desdobrar.

Poucos(as) deles(as) associam os eventos infelizes que sofreram à forma como agiram mal contigo e, por conseguinte, com as Potestades que te supervisionam os caminhos. Murmuram entre si hediondezes, reforçando a animosidade criminosa em que se acumpliciam, diante das Leis Divinas, e acumulando, sobre as próprias cabeças, nuvens cármicas de tragédias futuras ainda maiores…

Outros(as), só porque não padeceram imediatos resultados por suas atitudes vis, não notam que alicerçam suas trilhas de destino sobre areia movediça, rumando em direção a indescritíveis flagelos, que talvez os(as) aguardem muito pouco adiante no tempo…

O mundo desaba em teu derredor, ao passo que as realizações levadas a efeito por meio de tuas mãos operantes, sob as bênçãos d’Aqueles(as) de quem te fazes porta-voz, crescem, avultam-se em qualidade, emolduram-se de valor, inclusive para a perspectiva humana.

Década sobre década, os eventos confirmam esse mesmo padrão, e os(as) inimigos(as) da Causa que defendes parecem não se dar conta do circo de horrores em que se lançam… Nem se darão… É da natureza dos seres humanos, enquanto inflados pela arrogância e pelo medo, aninhar-se entre os(as) partidários(as) de suas loucuras, para que fujam da culpa e acreditem estar protegidos(as) das consequências medonhas de suas posturas pérfidas, rendendo-se a toda ordem de desculpismo superficial e hipócrita que lhes justifique a vertigem da queda, quando não se valem de calúnias inconfessáveis ou interpretações parciais, distorcidas e pejadas de má fé, sobre acontecimentos passados…

No entanto, a despeito de assistires, “de camarote”, a esse espetáculo dantesco e contínuo de desastres humanos, tranquiliza teu coração. Sabemos que não te comprazes com a sina infortunada de ninguém, e que, muito pelo contrário, entristeces-te com tanta desgraça evitável. Mas também estás cônscio(a) do quanto tais criaturas insensatas tentaram impedir ou atassalhar a função sagrada que desempenhas, como delegado(a) do Governo Espiritual da Terra…

Logo, observando, com o distanciamento emocional que te for possível, a liberdade de escolha pela rota infernal dos(as) que assim se portam, permanece, quanto esteja em teu alcance, focando o êxito profissional e acadêmico, a satisfação d’alma, os salvamentos extraordinários, as curas espetaculares, a fé reforçada, o propósito radiante e a alegria de viver de quantos(as) se candidatam, alacremente, por cooperar com o Projeto de Vida que trouxeste à dimensão material de existência, na presente reencarnação.

Foi assim desde o princípio. Jesus calou a tempestade, como ainda o faz hoje, por intermédio dos Seres que O representam, no intuito de endossar a Tarefa que te foi incumbida, a ponto de silenciar furacões e providenciar outras tantas ocorrências colossais que assinalam a Origem de tua missão.

Sim, sabemos que não atribuis nada disso a tua pessoa, que te sentes pecador(a), humano(a) e “normal”. Entretanto, pasma-te o desrespeito sacrílego com que alguns(umas) tratam o Ideal que reverencias com tanta devoção. Não faltam Sinais excelsos para o convencimento de todos(as). Por que teimariam tão ferrenhamente em se prejudicarem, em vez de se beneficiarem com o Movimento Sagrado?… Não compreendem que nada nem ninguém tem poder contra a Vontade de Deus – nem mesmo (ou muito menos) os(as) fanáticos(as) religiosos(as) que se julgam, sem o serem, tutelados(as) pela Divindade?…

Ah… seres humanos e suas mazelas!… Deixa tudo estar como vai, estimado(a) amigo(a); deixa estar, deixa estar… O Céu vê, não importa no que creiam… Prossegues protegido(a) diretamente pelo Plano Sublime de Consciência, que continua agindo por teu verbo, quer queiram admitir os(as) incautos(as) do mundo, quer não… Pior para eles(as), se não aceitarem o tão evidente e mastodonticamente evidenciado…

Benjamin Teixeira de Aguiar (médium)
Lucas Desiderium (Espírito)

Bethel, CT, região metropolitana de Nova York, EUA
28 de março de 2021