Palestra de Benjamin Teixeira de Aguiar – 11/10/2020

Temas destacados:

– “A Cura de Liza” – Benjamin Teixeira de Aguiar e a Sentença Mística que reverteu um quadro de morte iminente
– Pecado, culpa e falibilidade humana
– Psicopatia vs. santidade
– “Não vim para os(as) que se acham justos(as), mas para os(as) que já sabem que são pecadores(as)”
– Propósito, vocação e missão de vida
– Alerta sobre hipnoses culturais, instinto animal e programação para a selva
– A reencarnação na Bíblia
– Adulterações bíblicas, religiões formalmente organizadas e abusos
– Inteligências emocional, intuicional e espiritual
– Joseph Campbell, “follow your bliss”, autorrealização, paz e felicidade
– Liev Tolstói: “Todas as famílias felizes se parecem; as infelizes, o são cada uma a seu modo”
– Psicologia avançada e grandes nomes da literatura
– 1910, Mark Twain, Florence Nightingale, Chico Xavier e coincidências significativas
– Visões infantis de paraíso vs. criatividade doentia e obscena de filmes de terror
– Sharon Stone, Joaquin Phoenix e Jack Nicholson
– A retratação da bondade e da maldade em filmes, séries e telenovelas
– A brilhante e rara atuação de Olívia de Havilland em “The dark mirror (Espelho d’alma)”
– 4 abomináveis votos perpétuos
– Hannah Arendt, “banalização do mal” e descobertas científicas sobre falsidade, conveniência e hipocrisias
– Nelson Hungria: “Se os(as) velhacos(as) soubessem como é bom ser honesto(a), seriam honestos(as) por velhacaria”
– Santo Agostinho: “Se o(a) homem(mulher) soubesse as vantagens de ser bom(boa), seria bom(boa) por egoísmo”
– Mulheres, misoginia e defesa da feminilidade
– Mercado do sexo, beleza física, prestígio, poder e riqueza
– Meretrizes, publicanos, “sepulcros caiados” e alerta de Jesus a religiosos(as)
– “Vestida para matar”, “o que é bonito é para mostrar”, psicologia evolutiva e predadores(as)
– Princípio da sedução, autoestima e como ficar mais sexy
– Casamento, alpinistas sociais, atração dos(as) semelhantes e reveladora pesquisa sobre prostitutas e clientes
– Relacionamentos conjugais felizes: amizade, confiança, valores, interesses afins, coração e caráter
– Riqueza, poder, “haters”, maturidade e como distinguir aduladores(as) de amigos(as) verdadeiros(as)
– Tirania das aparências, pensamentos suicidas e como fomentar o bem nas relações sociais
– Beleza física e como detectar o amor verdadeiro
– Macho alfa, macho beta e etologia
– Jogos de interesses, sedução e “golpe do baú”
– Vocação, capacidades, projetos de vida, distúrbios cognitivos e como adotar uma perspectiva realista
– Política, pais e mães coletivos(as) e ideal, democracia e direitos individuais
– Luís Inácio Lula da Silva e inteligência interpessoal
– Carisma, liderança, tolerância a críticas, habilidades política e aptidão ao trabalho em equipe
– Cultura do “número 1”, hipnose do sucesso e euforia do(a) jogador(a)
– Querer estar com a razão vs. buscar onde está a razão
– “Nocturnis ululatibus horrenda proserpina”: o grito de horror da alma
– Era apocalíptica: problemas climáticos, ecológicos, confrontos entre civilizações, desigualdades sociais, bolhas da internet e pandemias
– Massa crítica de serviço ao bem coletivo, espírito humanitário e paz de consciência
– Yoga, “mindfulness”, sustentabilidade, geração Z e salvação da Terra
– Redes sociais, oração, meditação e influência