Não me incomodo com nenhuma ordem de contestação quanto à legitimidade da Autoria das mensagens que, por intermédio do Espírito Eugênia-Aspásia, recebo de Maria Cristo. É natural que isso ocorra, e não faz a menor diferença para a essência da dádiva celeste. Existem fenômenos que corroboram a Procedência Excelsa dessas epístolas semanais. E tais ocorrências extraordinárias não podem ser forjadas por ninguém, no plano físico de existência. Por sua magnitude, esses prodígios só podem ser oriundos da Vontade Divina, o que confirma inequivocamente a autenticidade desse correio sagrado. Sou completamente humano, como qualquer outra pessoa. Mas, por dever de consciência, preciso revelar publicamente a Fonte donde promanam as cartas sublimes de que sou mero veículo, o último elo de uma cadeia de intermediação mediúnica.

Benjamin Teixeira de Aguiar
Bethel, CT, região metropolitana de Nova York, EUA
16 de outubro de 2020