Benjamin Teixeira
pelo espírito
Eugênia.

Procura o refrigério da prece, e, nela, encontrarás a resposta para teus dilemas profundos. Não te esqueças de que, acima das complexidades humanas, sobrepaira a Sabedoria Divina, que enxerga além das aparências e tem respostas invulgares e insuspeitas, para assuntos novos, quanto para aqueles que se afiguram antigos e conhecidos, portando, todavia, características “invisíveis” à percepção comum, que lhes conferem propriedades que os tornam inacessíveis aos métodos de solução a que te acostumaste.

Destarte, amigo, não te desesperes, jamais. Seja na prática da caridade com criminosos, que parecem ainda mais se aviltar, ante a ajuda recebida – é possível que descubras uma forma de fazer a caridade, como energia educativa que repare –; seja na prática do bem aos entes queridos, que te parecem olvidar as necessidades humanas, pisando-te o coração – é provável que, na sementeira de alegrias no coração dos queridos, acabes por notar a florescência e frutificação em canteiros alhures, nos jardins da família espiritual, que se estende bem além dos limites da parentela consangüínea e dos companheiros conhecidos hoje.

Em suma, prezado irmão em ideal, Deus te pode haver introduzido em determinada circunstância mais difícil exatamente para te apontar um rumo de resoluções bem além do que te era, até o momento, concebível, de modo que, paradoxalmente, o encurralamento de destino pode-se converter, inopinadamente, quando mais angustiosa e perturbadora parecer a situação, em um largo abrir de portas e janelas a uma nova dimensão de possibilidades, em direção a um horizonte bem mais amplo de felicidade, realização e paz.

(Texto recebido em 19 de abril de 2008. Revisão de Delano Mothé.)