100 anos do “Milagre do Sol” em Fátima

Pouco se passava das 18h, fuso horário de Brasília, quando Nossa Mãe Maior, MARIA Santíssima, apareceu-nos, irradiando poderosa Luz Solar, e, após Sua plena manifestação, disse-nos, como se nos ciciasse à acústica d’alma:

Nesta semana que se inicia, completaremos o 1º centenário do “Fenômeno” ou “Milagre do Sol”, que invocamos sobre Fátima, Portugal, aos 13 de outubro de 1917.

O Prodígio era o adequado para a época: visível e testemunhado por dezenas de milhares de pessoas, exatamente o que se fazia necessário naquele período-padrão de conceitos, crises e confusões coletivos, quais os dolorosos conflitos entre fé tradicional e razão cientificista, em meio a atrozes expressões de desespero fomentado por uma guerra mundial como nunca se vira na crosta terrena, caracterizada por medonha carnificina humana e por trágica sangria de recursos de sobrevivência material de centenas de milhões, guerra essa que, no rastro do luto planetário, da miséria e da desesperança, ainda carreou, em seu bojo, a diabólica gripe espanhola e acelerou a eclosão do movimento totalitário ateu na Rússia, que torturaria o espírito humano por decênios sucessivos…

Nova crise atualmente assola a humanidade. Alguns(mas) diriam-na menos grave, mas nós asseveramos: trata-se de ameaça muito mais perigosa em suas eventuais consequências, em razão da existência e difusão da tecnologia bélico-nuclear, para citarmos apenas um dos múltiplos fatores de risco de extinção de vida, na superfície do globo, que presentemente atormentam corações, enlouquecem multidões…

Oremos juntos(as) pela paz no orbe, e divulguemos os novos Sinais do Céu sobre a Terra, para que, nesta fase de mais aguda tribulação, “o amor não se esfrie nos corações de muitos(as)”¹, nem a espécie humana perca a preciosa oportunidade evolutiva de prosseguir reencarnando neste corpo sideral pequenino, mas que constitui lar para bilhões de criaturas.

MARIA Santíssima, em interação com o Espírito Eugênia-Aspásia
Psicografia recebida por Benjamin Teixeira de Aguiar
Aracaju, Sergipe, Brasil
8 de outubro de 2017

1. Mateus, 24:12.

Veja outras Mensagens de MARIA Santíssima