Diálogos com o Espírito Eugênia-Aspásia

4 de setembro de 2019
 

A Mestra Espiritual Eugênia-Aspásia discorre sobre o transpasse de Rosilene Moretti e sobre o “Fenômeno das Não Mortes”, que constitui uma Assinatura Divina ao Discurso Profético propalado por Ela Mesma, por meu intermédio

Benjamin Teixeira de Aguiar – Adorada Mãe do Espírito, Eugênia-Aspásia, Você teria autorização a falar algo com nossos(as) leitores(as), a respeito da partida de nossa tão estimada irmã em Ideal Moretti e de como ela se encontra no momento?

Espírito Eugênia-Aspásia Sim, tem fundamento a intuição que você teve quanto à propriedade de me procurar para tratar desse assunto, apesar de passado menos de um mês da transição de nossa amiga para o Mundo Espiritual. Moretti goza de excelente saúde. Ainda se recupera, hospitalizada. Realmente, como você foi notificado, ela recebeu uma visita minha, após alguns dias de deslindada do organismo de matéria densa. Contudo, exibe, por ora, dificuldade na adaptação à nova condição de existência, em virtude dos queixumes íntimos de que se não desvencilhou, no campo do estoicismo, com traços menos felizes de autocondenação. Não aceitou muito bem a ideia de retornar à Pátria Espiritual “tão” cedo, ainda que laureada com o prêmio de ser recepcionada, no Lar Verdadeiro, por integrantes da Faixa do Bem e da Sabedoria.

BTA – Você poderia explicar melhor isso? Imaginei que, depois de uma conversa com Você, ela se sentiria muito melhor e extremamente feliz, sem quaisquer outras resistências psicológicas.

EEA Pois não. A questão é que a devotada combatente de nosso Ideal tomou dimensão mais adequada das proporções que nossa Causa tem, ao ser informada da gravidade e extensão, no espaço e no tempo, das responsabilidades que foram conferidas à nossa Organização-Movimento. E, por isso, padece a culpa de não ter feito mais, e com mais rigor e qualidade, pela nossa Embaixada Celeste, enquanto esteve encarnada – muito embora ela tenha sido tão brava defensora de nossa Instituição, para a perspectiva de quem estagia no domínio físico de existência.

BTA – É incrível ouvir isso, Eugênia. Sendo franco, julgava que Moretti seria uma honrosa exceção à regra, neste particular – da culpa “post mortem”, motivo de angústia para legiões de espíritos que tomam consciência do quanto se faz pouco pelo bem da divulgação da Espiritualidade na Terra.

EEA Nesta era de cinismo, cepticismo e desespero assolando oceanos de milhões de criaturas sensíveis, levamos uma Mensagem de esperança e esclarecimento, com lastros racionais sólidos e uma linguagem moderna, sem apego a doutrinas ou quaisquer outros atavios de ordem dogmática, rompendo com antigos e cruentos preconceitos e, concomitantemente, baseando-nos no Pensamento de Nosso Mestre e Senhor Jesus, com extremo respeito e fidelidade aos Seus quatro Evangelhos canônicos. Esta Obra pela qual somos responsáveis, mais diretamente eu e você, desfruta de uma importância, diante do Plano Sublime de Consciência, que é difícil de ser traduzida em palavras e, mais ainda, de ser apreendida, em sua completude, pelos(as) companheiros(as) ergastulados(as) em organismos físicos de manifestação.

Há grandes Autoridades do Domínio Excelso de Existência extremamente interessadas no que se está desdobrando por meio de nossa Instituição, que alcança praticamente todos os países do globo, que é hoje órgão consultivo com status especial do Conselho Econômico e Social da ONU e que favorece a canalização da Fala da Espiritualidade Maior, de modo direto, efetivo e até psicofônico, de acordo com necessidades, aspirações e complexidades do ser humano e sua cultura na contemporaneidade.

BTA – Você gostaria de aditar mais alguma coisa?

EEA Sim. Como sempre foi afirmado, desde o princípio da divulgação de sua existência, em 2010, o “Fenômeno das Não Mortes” constitui uma Assinatura de Deus para o Discurso que canalizamos por seu intermédio, enquanto dure sua encarnação. Trata-se de um tesouro vitalício. Apenas, em algum ponto no tempo – e ultrapassamos três décadas de sua ocorrência contínua –, haveria de acontecer o primeiro óbito espontâneo, depois daquele que foi profetizado com um aviso mediúnico que você transmitiu, em nosso nome, em 2016, e daqueoutro que foi revertido, por uma invocação profética sua aos Cristos de Deus, em 20171.

Se, por alguma razão, você não estiver à altura dessa concessão extraordinária de responsabilidade, sua presença na esfera material de existência será cancelada. Você permanecer encarnado, não tendo sido o primeiro (do grupo protegido pelo Fenômeno) a retornar a nosso Campo de Ação, é um excelente sinal, porque propicia um aproveitamento melhor e mais amplo de realizações a que podemos nos dedicar, nos próximos anos, quanto nos permitir a Divina Providência, debaixo da Tutela de tão Sagrada Aprovação. Caso você houvesse falecido primeiro, sem nem ter chegado à terceira idade, isso poderia ser considerado como uma significativa indicação de que talvez você não estivesse mais tão abalizado a falar em Nome dos Gênios Celestes que nós dois representamos, a despeito de nossa humanidade e falibilidade – sinceramente incluindo-me nessa condição de vulnerabilidade humana.

BTA – Muito obrigado, Eugênia-Aspásia. Deus a abençoe pelos esclarecimentos.

EEA E nós, da Espiritualidade do Bem, agradecidos(as) estamos por sua abertura em canalizar esses informes delicados. Os Endossos ao Discurso salvador que canalizamos, como o “Fenômeno das Não Mortes”, sem precedentes na história da humanidade, não poderiam jamais ser compreendidos como inválidos, em seu brado místico e sacratíssimo contra a inconsciência humana. Interpretar doutro modo os últimos acontecimentos seria sacrílego diante dos Grandes Anjos que providenciaram esses Prodígios de Subscrição Celeste a nosso Trabalho conjunto. É imperioso registrar, por fim, que continuamos como uma Embaixada do Plano Maior de Vida, assim estabelecida por Eventos que não podem ser realizados por quem o deseje, mas sim por determinação das Faixas mais altas do Governo Espiritual da Terra.

Benjamin Teixeira de Aguiar (médium)
em diálogo com Eugênia-Aspásia (Espírito)
4 de setembro de 2019

1 Sobre esse tópico, assista ao documentário “A Cura de Liza”.




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: