Espírito Eugênia-Aspásia

28 de setembro de 2017
 

A tristeza de MARIA Sacratíssima

Reproduzir

 

A tristeza de MARIA Sacratíssima

Olhar triste, Nossa Mãe Maior apareceu. Indaguei-Lhe, então, logo senti que poderia me dirigir a Ela:

– Por que está tão sorumbática, Venerável Senhora?

Sem demora, respondeu-me o Vulto Crístico Materno:

– Após tantos e tão grandiosos Sinais do Céu, homens e mulheres na Terra teimam em nutrir atitudes infelizes quanto a Deus e à Espiritualidade.

Notei que havia espaço a minudenciar a questão e provoquei a elucidação:

– A Senhora Se refere à crise política internacional, com as perigosas bravatas de ameaça de uso de armamentos nucleares, alardeadas pelos líderes dos EUA e da Coreia do Norte, ou a algum fenômeno mais amplo?

A Mãe Espiritual da humanidade pareceu suspirar longamente e, no mesmo tom macambúzio, esclareceu:

– Não há como separar ondas de uma praia, praias de um oceano, oceanos de todas as águas que cobrem o globo…

Se, no plano da relação entre nações, líderes mundiais parecem surtar… no âmbito dos relacionamentos interpessoais e no universo interior dos corações, devotos(as) em igrejas diversas denegam, com seu comportamento, aquilo em que afirmam acreditar; pais e mães faltam com o amor devido a seus filhos e filhas em idade infantojuvenil; profissionais escapam aos ditames da responsabilidade moral com sua função social; criaturas beneficiárias das Graças do Alto portam-se de modo ingrato, longe de dimensionarem a extensão da injustiça que se permitem praticar…

O Bem vencerá, nesta quadra evolutiva crítica da civilização terrena, na medida em que cada alma humana escolher a sintonia e a conduta que indiquem o compromisso profundo com o Bem…

MARIA Santíssima, em interação com o Espírito Eugênia-Aspásia
Psicografia recebida por Benjamin Teixeira de Aguiar
Aracaju, Sergipe, Brasil
24 de setembro de 2017

Veja outras Mensagens de MARIA Santíssima




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: