Banners de sabedoria

27 de julho de 2017
 

Polos vivos

 polos_vivos

Ouve o ciciar da paisagem ao longe… o farfalhar das palhas de coqueiro… o quebrar das ondas, em zumbido grave, quase sinistro – tudo isso fala de Deus-Providência, Deus-Amor, Onipresente, envolvendo-nos a todos(as) com o Calor de Sua Assistência contínua… perene…

Escuta a voz mimosa da criança que embalas, o turbilhão de rumores e sons da cidade, o barulho constante da metrópole, com máquinas, gritos, sirenes… É Deus com o ser humano – o(a) Primeiro(a) nem tudo aprovando do segundo, mas lhe autorizando, parcial e provisoriamente, as obras, em prol do desenvolvimento de sua inteligência, seus sentimentos, seu Espírito “eterno”, em regímen de liberdade e de aprendizado com as inexoráveis consequências de seus erros…

Maravilha e terror, graça e tragédia, harmonia e caos… Em tudo, se quiseres ver, a nota de esperança com o cântico da fé, ou as trombetas do armagedom, antecipando o pior…

Deus está em tudo, nem tudo obra d’Ele-Ela, mas a tudo concedendo bom aproveitamento e finalização, para quem escolha sintonizar Seu Amor e Sua Sabedoria, nos acontecimentos corriqueiros do dia a dia, nos eventos grandiosos de escala coletiva…

Eugênia-Aspásia (Espírito)
Benjamin Teixeira de Aguiar (médium)
Aracaju, 18 de julho de 2017




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: