Espírito Eugênia-Aspásia

5 de maio de 2017
 

O gravíssimo erro de não ouvir e desprezar as Mensagens dos autênticos enviados das Alturas

ogravissimoerro

Então, JESUS chamou os Doze Apóstolos e começou a enviá-los, dois a dois; e deu-lhes poder sobre os espíritos imundos. (…) E lhes disse: “Em qualquer casa em que entrardes, ficai nela, até vos retirardes dali. Se em algum lugar não vos receberem nem vos escutarem, saí dali e sacudi o pó dos vossos pés, em testemunho contra ele.”
(Evangelho de Marcos, 6:7,10,11)

Com a expressão “enviá-los, dois a dois”, JESUS, além de propor, segundo interpretação mais literal, o necessário trabalho em equipe, na incumbência de servir o Céu, fazia também alusão ao fenômeno das sinergias espirituais de profetas, pregadores e médiuns autênticos com seus Guias Espirituais, quando em missões de extensão coletiva significativamente grande. Uma Era, por sinal, que Ele Próprio, o Cristo Verbo da Verdade, instaurou sobre a Terra, com Sua Excelsa Comunhão com o PAI, o Cristo GABRIEL – que, em Nome de DEUS, engravidou MARIA Santíssima, por meios excepcionais. Embora em padrão inconcebivelmente menor de elevação, comparados ao Divino Binômio Crístico JESUS-GABRIEL, foram exemplos máximos dessa sinergia os mensageiros celestes que Os representaram, nas gerações seguintes: Paulo de Tarso com o Espírito do mártir Estêvão, no século I, e o médium Chico Xavier com o Mestre Espiritual Emmanuel, no século XX.

Quando essas duplas místicas, representantes da Divindade endossadas pelas Potestades do Plano Sublime de Vida (e não chanceladas por pertencerem a essa ou àquela hierarquia religiosa formal), não são recebidas, ouvidas ou atendidas em suas revelações e propósitos de Origem Inefável; quando indivíduos ou grupos cometem o seriíssimo sacrilégio de desrespeitarem, com essa não escuta, o Verbo de Procedência Sacratíssima, alerta JESUS que Seus emissários se afastem deles, concedendo espaço à liberdade mal aplicada dos que rejeitam a Fala Celestial, mas solicitando o registro cármico da gravíssima falta, na superlativa metáfora de orientar que limpassem das sandálias até a poeira (do lugar e das pessoas que não os receberam), asseverando que esse pó lançado fora (o corte das energias e dos vínculos com os que os ignoraram) constituiria testemunho contra os que desprezaram os enviados do Céu… e, com isso… a Própria Mensagem de DEUS!…

Espírito Eugênia-Aspásia
Médium: Benjamin Teixeira de Aguiar
Aracaju, 20 de abril de 2017




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: