Espírito Eugênia-Aspásia

3 de dezembro de 2014
 

Gênio científico.

kardec

Hoje, há 210 anos, renascia na França, centro cultural da época, mais especificamente na cidade de Lyon, o pedagogo que se tornaria o maior referencial científico no estudo do fenômeno mediúnico, até os dias de hoje. Hippolyte Léon Denizard Rivail ficou conhecido mais por seu pseudônimo, Allan Kardec, combinação dos nomes de duas de suas encarnações anteriores.

Se você tem curiosidade no assunto paranormal e, sobremaneira, no campo de intercâmbio entre os domínios da realidade física e extrafísica de existência, com conotações mais amplas, de caráter moral ou filosófico, deve passar por ele, seja ou não kardecista – como são conhecidos os espíritas convencionais no Brasil, que seguem a escola francesa de espiritismo criada pelo “codificador” (assim denominado nos meios espiritistas) e seus Guias espirituais, no já distante 1857, com a publicação da obra basilar da “Doutrina Espírita”: “O Livro dos Espíritos”.

Nos Estados Unidos da América, a corrente britânica de espiritismo prosperou, embora fundida no famigerado movimento “New Age”, que não se restringe a mestres específicos, reunindo diversas linhas de pensamento esotérico e espiritualista, tradicionais ou modernas, mas que, sem dúvida, perde muito por praticamente desconhecer o grande professor lionês do século XIX e seu trabalho monumental e missionário.

Espírito Eugênia-Aspásia.
Médium: Benjamin Teixeira de Aguiar.
New Milford, Connecticut, EUA, 3 de outubro de 2014.




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: