Espírito Eugênia-Aspásia

22 de abril de 2014
 

Maria Sacratíssima fala sobre o sentido dos ovos de Páscoa

Visita da Mãe Espiritual da Humanidade – 16

-

Nossa Mãe Maior, Maria Santíssima, apareceu com expressão indefinível, a traduzir esperança e melancolia, a um só tempo, e disse-nos, em pleno período pascal, o que poderíamos traduzir para o vernáculo luso-brasileiro, aproximadamente:

“Jesus ressurgir nos corações constitui uma necessidade de todos os dias. Deve-se materializar em si mesmo(a) e na própria vida o padrão crístico de ideais, consciência, comportamento.

Entrementes, por limitação humana, necessários são os momentos de celebração, para que se fixem os valores que precisam ser incorporados à alma individual e coletiva.

Lamentavelmente, todavia, as distrações comerciais, como a de chocolates em forma de ovo, distanciam pessoas e comunidades de refletirem no campo do essencial. Mas, mesmo assim, o fato de coelhos (mamíferos) não porem ovos e de os ‘ovos’ serem de um doce com particular efeito antidepressivo – o chocolate – remete-nos ao símbolo do renascimento que o ovo representa, e um ressurgimento agradável, qual a Luz da Ressurreição, em contraste com o martírio da crucificação que a antecedeu.

Que cada criatura busque o ‘ovo fundamental’ dentro de si própria – ou a semente de sua vocação e serviço fraterno –, para cuidar de desembrulhá-lo e desfrutá-lo, porquanto não há maior deleite para a condição humana do que realizar o propósito de uma existência.

Assim, apesar das problemáticas psicológicas do desvio comercial, atentemo-nos: nenhuma força do mal pode deter completamente a Mensagem de Esperança em uma Nova Vida, ainda que sob o disfarce quase burlesco, se não macabro, de coelhos que põem ovos… e ovos de chocolate…”

(Psicografia do Espírito Eugênia-Aspásia, pela filtragem do médium Benjamin Teixeira de Aguiar, em 19 de abril de 2014, véspera do domingo de Páscoa)

 

Veja outras Mensagens de MARIA SANTÍSSIMA




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail:
Reproduzir