Benjamin Teixeira de Aguiar

28 de outubro de 2013
 

Choques de consciência para a felicidade.

Gravação de Benjamin Teixeira de Aguiar realizada em 13/10/2013.

Instruções para realizar o download

Áudio (MP3)

Reproduzir

Temas destacados:

- Problemas emocionais que dificultam a nossa sintonia com os guias espirituais e com as faixas de consciência da Sabedoria.
- Padrões emocionais também são padrões alterados de consciência.
- As Faixas mais Altas de Consciência e Sua assistência.
- Intuição. Leitura das energias e intenções dos espíritos.
- Semelhanças entre fenômeno mediúnico e estado hipnótico e o cuidado para não se impressionar com a mediunidade.
- Consciência da própria ignorância, como ponto de partida para a busca do conhecimento.
- Ter instrução formal não é saber pensar corretamente.
- Neurofisiologia do ser humano voltada para a adoração ao Sagrado. Inversão de prioridade e infelicidade.
- A incoerência de se falar do que não se conhece ou se conhece muito pouco.
- Cuidados com as formas de expressão e as possíveis interpretações por parte do ouvinte.
- Experiência profissional e as maiores dificuldades no início da carreira.
- Habilidade conquistada ainda não é intuição.
- A importância do preparo contínuo dos médiuns, para se tornarem intérpretes/tradutores fiéis dos guias espirituais.
- O “workaholic” é uma pessoa descompensada.
- Crise em início das tarefas mediúnicas.
- Necessidade de transparência, franqueza, psicologia e didatismo nas relações de intimidade.
- Tristeza, angústia ou culpa versus aprendizado e felicidade.
- A escolha da sintonia com obsessores, pelo complexo de vítima.
- O “eu não posso estar errado(a)!” e a perda de oportunidades.
- A agressividade da Ira Sagrada versus o descontrole do ego.
- A vaidade do se sentir “bonzinho(a)”.
- O padrão de querer sempre mais das mulheres e o querer menos dos homens, nos relacionamentos românticos heterossexuais.
- A voz do Céu nem sempre nos agrada.
- Obsessões, fanatismos, pessoas de sucesso, orgulho e a repulsa a críticas.
- A “normose”.
- Erros de interpretação e decepções.
- O perigo do sentimento de excelência pessoal e das crenças inconscientes sobre si mesmo(a).
- Pessoas que podem nos contrariar o ego.
- Interpretações sobre a Bíblia.
- O “ser pego em erro” e as racionalizações.
- O comportamento revela quem somos.
- O deus “tenho de estar certo”. Justiça ou misericórdia? O ego e suas seduções ou o coração?
- As forças do mal encontram ressonância em nossas fraquezas.
- Aprovação da maioria e a prostituição da consciência: crime de lesa-consciência.
- Não fugir de conflitos e buscar o que nos liberta e nos fortalece.




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: