Espírito Eugênia-Aspásia

24 de outubro de 2013
 

Exercícios da fé e da felicidade

Visita da Mãe Espiritual da Humanidade – 05


Envolta em Luz Divinal, a Mãe Maior novamente apareceu-nos, dizendo, em sumárias “palavras” (telepaticamente):

“Enxerguemos, nas diversas modalidades de desafios e dificuldades da existência, o teste da fé, para que dilatemos nossos recursos de lucidez, maturidade e potencial a sermos felizes.

O tédio comunica a lição da paciência e da perseverança.

A irritação exorta-nos à busca de firmeza e resolutividade voltadas para as ações no bem, assim como a disciplina dos aspectos menos felizes que tragamos em nossas personalidades, atreitas, ad infinitum, graças a Deus, ao processo de evolução.

A tristeza conclama-nos à experiência da alegria, em expressões mais elevadas de sentir e agir, ainda que atravessando a catarse indispensável dos elementos reprimidos, desconhecidos ou mal-governados de nossas psiques.

O medo nos conduz a trilhas de maior prudência, quando não, de reversa maneira (em se fazendo sistemático), incentiva-nos à prática da coragem aplicada a bem de nós mesmos, de nossos entes queridos e da coletividade de que sejamos partícipes.

Os conflitos interpessoais reclamam-nos maior maturidade psicológica, a fim de que solvamos dilemas relacionais, expandamos empatia e compaixão, desdobremos meios didáticos de educar a nós mesmos e a nossos irmãos e irmãs em humanidade, com respeito ao nível de adiantamento intelecto-moral de cada criatura, em consonância com as responsabilidades a que nos sintamos tangidos pela voz da consciência.

Em todas as contingências e a qualquer tempo, podemos e devemos exercitar uma visão mais ampla e profunda dos eventos da vida. Por meio da convicção bem-consolidada de que o propósito de ser de toda pessoa é viver a serviço do bem comum, convicção esta estruturada sobre os alicerces seguros das disciplinas diárias de orar, vigiar-se e educar-se continuamente, é possível edificar, de fato, a felicidade, qual fortaleza inexpugnável. Lembremos o que ensinou Jesus, em Seu conceito da casa construída sobre rocha firme, contra a qual as intempéries do mundo não têm poder de derruir.”

Sem mais dizer, deixando no ar o “perfume lirial” das Almas Puras de Deus, nossa Mãe Santíssima desfez a Própria Imagem, retornando à Sua Esfera de Consciência. Em seguida, passamos a palestrar, felizes, entre nós outros, os poucos ouvintes misericordiosamente abençoados com a Visita Celeste, em busca dos meios mais apropriados de executar adequadamente nosso dever de comunicar, com a fidedignidade possível, a Mensagem sacrossanta do Cristo Mãe da Terra.

MARIA Santíssima
Intermediação do Espírito Eugênia-Aspásia
Médium: Benjamin Teixeira de Aguiar
20 de outubro de 2013

Veja outras Mensagens de MARIA SANTÍSSIMA




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: