Espírito Matheus-Anacleto

27 de março de 2012
 

Empecilhos e Glória.

http://3.bp.blogspot.com/-JUzz1wuKPsM/ThpSPfzNyOI/AAAAAAAAJSc/4xEFAE-hOeY/s1600/borboleta.jpg

Benjamin Teixeira de Aguiar,
pelo Espírito Matheus de Antioquia.

Intentam anestesiar-te as forças morais e psíquicas, no intuito de descoroçoar-te nas tarefas do Bem Comum. Ajuntas elementos fragmentados pelos temporais do Caminho, revigoras-te nas atividades da Seara Divina, mas eis que vem a hora em que te vês subtraído(a) nas mais caras florações do Ideal. A oração te parece empenho hercúleo, o cumprimento de deveres comezinhos afiguram-se-te desafios medonhos e sufocantes.

Relaxa, porém, amigo(a), e revê postulados de Vida. Talvez estejas atribuindo importância demasiada ao que não é prioritário à conquista da paz e, por conseguinte, da felicidade que buscas. O Ideal é o Centro – reconheces essa premissa, sabemos. Mas torna a refletir se realmente estás pondo o essencial à frente de outros objetivos, menos urgentes ou, no mínimo, menos relevantes que os interesses verdadeiros relacionados à tua ventura.

É bem provável que, acicatado(a) por invisíveis azorragues da cultura e suas nefandas modalidades de hipnose, estejas colocando, em primeiro plano de consideração:

  • A opinião alheia a teu respeito e de teu trabalho – que te não garantem e, amiúde, contrariam os ditames de tua consciência;
  • O amealhamento de fortuna e patrimônio – que te passam pelas mãos em caráter extremamente precário, tão frágil quanto a fragilidade de teu organismo físico, cujo sistema pode colapsar (e parar de funcionar) a qualquer momento, não importando tua idade ou condições clínicas;
  • Os vínculos afetivos específicos, com determinadas pessoas, conforme convenções do domínio material de existência – vulneráveis quais os elementos do item anterior, porque casamentos podem se dissolver “como água” e filhos ou pais, bem antes que alguém desencarne, podem se converter em estranhos ou mesmo adversários uns em relação a outros, se as afinidades fundamentais do Espírito não forem observadas… e atendidas;
  • Os prazeres vãos do prestígio acadêmico ou social – voláteis como os caprichos de humor de uma jovem adolescente, no impacto tempestuoso das primeiras menarcas e suas aluviões de hormônios, que frequentemente impelem moçoilas menos prudentes a envolvimentos infernais com parcerias sexuais que não condizem com o seu perfil psicológico;
  • A tranquilidade de uma existência segura, longe de circunstâncias que favoreçam problemas – o que facilmente atrai crises provocadas por fatores externos, que te surrupiem o sossego, para que sejas novamente recambiado(a) às voragens evolutivas inadiáveis.

É óbvio, prezado(a) amigo(a), que há a injustiça, a ingratidão e todas as formas de desilusão que te podem advir dos âmbitos justamente em que mais te esforces por agir de modo correto, em consonância com os mais elevados padrões de harmonia com os Divinos Desígnios. Entrementes, cuidado para que, na pretensão de te julgares mais do que és de fato hoje, de conformidade com o estágio de desenvolvimento que alcançaste, não te confundas com predestinados da Luz Divina, sacrificados ao progresso geral, personalidades extraordinárias estas que, em vez de se lamuriarem e paralisarem esforços na concretização de seus projetos de benemerência, redobram-nos e se glorificam, em meio às adversidades mesquinhas e/ou francamente malevolentes.

Regala-te, dessarte, na dificuldade, e suspende definitivamente o queixume, de nítidos traços infantis. E sem qualquer inclinação masoquista, mas, sim – muito ao contrário de revelar portares um distúrbio –, denunciando maior maturidade, compreende cada empecilho encontrado na rota de tuas realizações vocacionais como estímulos para que te tornes mais forte, lúcido(a) e pacífico(a), na resiliência psicológica peculiar aos seres realmente luminosos, rumando, assim, para a transcendência de obstáculos, a cada vez que as contingências externas ou interiores te convidarem à desistência, ou ao sentimento de derrotismo e autovitimização.

Avante! Crescer é lutar, sobrepujar empeços, romper com paradigmas, quebrar-se para se refazer, a fim de construir, para ti mesmo(a) e todos que se beneficiem de teus trabalhos no serviço solidário contínuo, um futuro de horizontes mais largos, possibilidades mais amplas à felicidade, ao amor, à plena autorrealização!

(Mensagem recebida por psicografia, em 20 de março de 2012.)


Ajude a sábia e santa Mestra Espiritual Eugênia e Seus Amigos igualmente Mestres Desencarnados a disseminarem Suas ideias de sabedoria e amor, e, com isso, tornarem
mais feliz e pacífico o nosso mundo (ou o mundo dos destinatários que você escolher beneficiar com sua partilha). Basta que encaminhe este arquivo a sua rede de e-mails. Para tanto, utilize a ferramenta abaixo, com os dizeres: “Envie esta mensagem para seus amigos”.

Se você está fora de Sergipe, pode assistir à palestra de Benjamin Teixeira de Aguiar, ao vivo, aqui mesmo, pelo nosso site, mediante uma colaboração simbólica, destinada à manutenção dos equipamentos utilizados na transmissão via internet (agora também com a opção da tradução simultânea para o Inglês). Para isso, acesse este sítio eletrônico, pouco antes das 18h de domingos, quando tem início a preleção, e siga as instruções aqui dispostas, em postagem específica. (Lembramos que a entrada para a aula presencial é gratuita.)




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: