A “Blonde Venus” sergipana Thaïs Bezerra

17 de novembro de 2011
 

Latim, Francês, Grego e até Inglês.

Thaís Bezerra - Benjamin Teixeira de Aguiar[A “Blonde Venus” sergipana Thaïs Bezerra]

por Thaïs Bezerra (*)

Alguém (dentre os componentes das reuniões mediúnicas do Instituto Salto Quântico) é chamado a fazer uma pergunta (desconhecida do palestrante), ao microfone, e Benjamin Teixeira de Aguiar, com a erudição de sempre (o que ele atribui a maior aproximação do Espírito Eugênia e “Seus Amigos”), responde com raciocínios brilhantes e máximas em latim, francês, grego e até inglês – mas principalmente os dois primeiros (traduzindo-as), além de ilustrar o assunto com um trecho de filme temático (Como ele sabia antes?). Não bastasse, o médium passa a dar recados da Mestra Espiritual à pessoa, dissecando assuntos íntimos que o (a) próprio (a) destinatário (a) sabe que nenhuma pessoa viva na Terra teria como conhecer, num movimento de sinceridade recíproca muito óbvio para todos os presentes. Todos os domingos, Espaço Emes, 6h da tarde, entrada franca.

(Nota publicada no Jornal da Cidade, Aracaju/SE, em 13 de novembro de 2011.)

(*) Remetendo a outro ícone imortal e emblemático, Marlene Dietrich, musa-deusa do cinema antigo, é assim que é conhecida a ultraprestigiada jornalista, lenda viva do colunismo social sergipano: Thaïs Bezerra, com inacreditáveis 32 anos de carreira, geminados (ninguém sabe como) a um corpo-escultura de adolescente. Políticos, empresários, acadêmicos, VIP’s de todas as categorias reverenciam a poderosíssima “Blonde”, que passa incólume a todas as crises, sempre irradiando alegria, otimismo e fé. Como diz nosso líder, canal do Espírito Eugênia, Benjamin de Aguiar: “Médium mística do inconsciente coletivo de Aracaju, Thaïs é uma prova viva de como se pode ser canal do bem em qualquer latitude profissional, encarnação rara de lealdade aos amigos e de determinação pessoal inamovível”. Thaïs publica, desde 2005, semanalmente, notas sobre o Instituto Salto Quântico. Aqui passarão elas a ser também trazidas a lume, para que o Brasil e o mundo conheçam a mulher que mudou a face social e emocional da capital de Sergipe d’El Rey, “Coração do Coração do Mundo”, com seu famoso jargão: “Aju é um baile, com chuva ou com sol”.




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: