Espírito Lucas Desiderium

19 de março de 2011
 

Arrogantes Caminheiros, em Direção ao Abismo – (O Derradeiro?) Alerta aos Enlouquecidos Inimigos da Luz, que, Obviamente, Não se Vêem como Tais.

Benjamin de Aguiar,
pelo
Espírito Irmão Lukas.

Acusam-te disso ou d’aquil’outro. Que te importa? Debatam-se os que vivem segundo as trevas que ainda têm pequena, mas significativa, prevalência, sobre este mundo.

Disseram-te mercenário ou devasso, corrupto, falastrão ou desajustado, quando vives heroica e completa existência de dedicação ao Ideal, renúncia ao ego (para que Outros Seres tenham oportunidade de agir e falar por teu intermédio) e empenho contínuo em alinhar-te com a Vontade de Deus… As luzes e as glórias de fenômenos extraordinários circundam-te os passos e as obras… E, em torno deles, o que há?… Só o fel do despeito inveterado e a boca venenosa de quem não tem nada de bom no coração.

Que profiram, então, seus impropérios absurdos, porque estarão lançando pedras cármicas para o alto de suas próprias cabeças – que retornarão, bem mais cedo do que pensam, sobre si mesmos; e, pior que tudo para esses desassisados (porque não terão oportunidade de reverter, ao menos parte do que lhes ocorrerá, em fluxo de desgraças “inexplicáveis”): dificilmente associarão os eventos nefastos que estarão vivendo ao que fizeram contra a Obra de Deus que abraçaste, desde os primeiros anos de tua juventude, e, quase patéticas, lamentar-se-ão da sorte, sentindo-se vítimas, sem se darem contas dos algozes que são, dos verdugos em que se converteram, por livre escolha.

Apieda-te, amigo, desses irmãos menos felizes, a caminho de infelicidades ainda maiores, que programam hoje, para si próprios e seu futuro, nas decisões mesquinhas a que se entregam, desvairados.

Prossegue em teu trabalho de servir ao bem comum, custe o que custar (como vens fazendo): vencerás galhardamente (como vens vencendo)… Eles trabalham para si, dando as costas à Graça. Tu de dispões a oferecer a Graça, fazendo-te vivo receptáculo, espelho e conduto d’Ela, para terceiros. Pergunto eu, então: Quem vai bem?

Atiram dardos de crítica empolgada, esbaforidos e prestos, seguros e ardentes, contra os que perseguiram os Emissários do Céu do passado, totalmente inconscientes de que fariam o mesmo ou pior, se estivessem em circunstância cultural e histórica semelhante à em que se encontravam aqueles a quem condenam. Prova disso? Dardejam, sem pestanejar, inescrupulosa e impensadamente, os Enviados das Alturas de hoje, que, de exata maneira como os do pretérito, cumprem a mesma função de todo Agente Evolutivo de Cima: não seguem as convenções do presente e propõem novas ideias e costumes, combatendo preconceitos e injustiças comuns nos dias da atualidade, mas que serão execrados no porvir – bem mais breve do que presumem teus adversários.

Pobres criaturas inconscientes, que agem convictas (muitas delas) de estarem representando o bem e até o Criador (blasfemas involuntárias), assim como os fariseus e saduceus fizeram ao Cristo, baseando-se num Predestinado de doze séculos anteriores à Era de Jesus: Moisés.

Respeitadas as devidas proporções, o mesmo equívoco perpetraram os perseguidores de Chico Xavier (como ocorreu em todos os séculos, em relação aos missionários de Deus de cada tempo e lugar), que se lastrearam em retrógradas e dogmáticas regras de teólogos mortos desde a Idade Média…

Ai deles, infortunados irmãos em humanidade, estreitos de mente, mas, principalmente, rudes de coração, que não conseguem enxergar o óbvio, o que está debaixo de seus narizes ou a um palmo de distância do momento histórico que vivem. Como seus antepassados, detratores dos Missionários encarnados de Deus, serão deplorados por gerações futuras, enquanto eles próprios, em pessoa, estarão penando as naturais e medonhas consequências de seus delírios, típicas aos que cometeram ou cometem a estultícia de se colocarem contra a Vontade do Céu, representada em Seus Porta-Vozes na Terra…

Seria tão fácil identificarem-se os legítimos Legatários de Cima… Mas eles não querem ver. Jesus realizava imensos e impressionantes Milagres, e suspenderam-n’O numa cruz, sob apupos populares…

Abramos os olhos!… Estamos numa época em que os ciclos civilizatórios aceleram-se, e, para logo, cairão em desgraça pública os acusadores inflamados e aplaudidos da véspera…

Abramos os olhos d’alma, da mente, do juízo!!!… Em torno de quais pessoas os Prodígios de Deus e Seus Emissários sinalizam claramente, indicando a quem ouvir e respeitar, a fim de que melhor se aprenda e se beneficie com tais personalidades diferentes, porque mais amadurecidas, por isso mesmo “escandalosas” para os tradicionalismos e o “status quo” de sua sociedade?…

Mas o ego, para alguns, dói demais, para admitirem o próprio erro… Por isso, preferem continuar no mexerico entre si, retroalimentando-se na loucura em que se comprazem, de não terem culpa (pois que seria dolorosa demais para eles), e, assim, de passo em passo ou de salto em salto, rumam ao precipício, “cegos condutores de cegos”, como muito bem lecionou Nosso Mestre e Senhor Jesus.

********

Oh, irmãos que trafegais, quais sonâmbulos, tateando nas sombras de vossa própria ignorância e insensibilidade, tagarelando insensatezes… Despertai, enquanto é tempo, pois os eventos históricos sucedem-se, agora, em vertiginosa rapidez.

Abri vossos olhos, enquanto há ensejo de reparardes o mal que fizestes ou ainda fazeis… Não vos deixeis seduzir pela mesma arquimilenar voz mentirosa do orgulho, do ego ferido: o Satanás – que, em hebraico, significa “acusador”.

Há tempo de corrigir vossas veredas – corrigi-as. Ainda é possível ressarcir-vos pelos males cometidos contra a Fonte d’Onde promana o Bem das Alturas.

Afastai-vos dos impulsos – internos ou externos – que vos incitam à rebelião, a prosseguirdes na sanha maldita de perseguir, difamar, depreciar ou tentar atrapalhar a Tarefa Benemérita dos Despenseiros da Luz Divina.

Ainda é tempo… ainda é tempo… Mas, muito provavelmente, é pouco o tempo, pois o Universo e as Leis da Justiça de Deus são implacáveis, quais maremotos e tsunamis, com os que se opõem aos Desígnios do Céu e àqueles que Os cumprem no orbe terreno, quer acrediteis nisso ou não, quer creiais ou não que aqueles a quem atacais sejam enviados do Alto, quer aceitais ou não estardes sendo injustos… Pois, de qualquer forma, à guisa de um desatinado que não acredita na lei da gravidade e se lança de um abismo, acumulais verdadeiras nuvens de trágico carma sobre vossas cabeças…

Não espereis, pobres irmãos, que o futuro apenas venha corroborar que estávamos, desde o princípio, certos, com tantas provas a nos endossarem, já hoje, reitero: no presente momento… Porque, depois do “tipping point”, ou do “point of no return”, não tereis mais como reverter a sequência de desgraças na vossa e na vida de vossos entes queridos – não por acaso, próximos de vós…

(Texto recebido em 19 de março de 2011.)


Ajude a santa e sábia Mestra Espiritual Eugênia e Seus Amigos igualmente Mestres Desencarnados a disseminarem Suas ideias de sabedoria e amor, e, com isso, tornarem o nosso mundo mais feliz e pacífico. Basta que encaminhe este arquivo a sua rede de e-mails. Para tanto, utilize a ferramenta abaixo, com os dizeres: “Envie esta mensagem para seus amigos”.

Se você está fora de Sergipe, pode assistir à palestra de Benjamin de Aguiar, ao vivo, aqui mesmo, pelo nosso site, mediante uma colaboração simbólica, destinada à manutenção dos equipamentos utilizados na transmissão via internet. Para acessar-nos, basta que venha até cá, às 18h de domingos, horário de Aracaju (atualmente alinhado com o de Brasília), e siga as instruções aqui dispostas, em postagem específica. (Lembramos que a entrada para a aula presencial é gratuita.)




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: