A “Blonde Venus” sergipana Thaïs Bezerra

23 de dezembro de 2010
 

“Oxi”, Pior que o Crack!

http://www.saltoquantico.com.br/wp-content/uploads/Thais_BT165.jpg
[A “Blonde Venus” sergipana Thaïs Bezerra (*)]

Não bastasse o horror de devastação que o crack está fazendo na sociedade brasileira, incluindo a sergipana, surgiu agora uma nova droga, ainda mais destrutiva, que afeta particularmente os pulmões – o “oxi”. O Espírito Eugênia, provocada sobre o assunto, respondeu sumariamente, em diálogo mediúnico publicado no site saltoquantico.com.br. Mais impressionantes ainda são as respostas diretas da Mestra, interrogada, de improviso, por circunstantes, na palestra domingueira do Instituto Salto Quântico (19h, Iate, entrada franca). Incorporada em Benjamin de Aguiar, a sábia desencarnada respondeu, em apenas dez minutos, a duas complexíssimas perguntas, com profundidade, didática e poder de síntese de pasmarem! Não é à toa que a plateia é coalhada de acadêmicos, magistrados, empresários, artistas e profissionais liberais bem-sucedidos. Eugênia, como diz Benjamin, é o máximo!

(Nota publicada no Jornal da Cidade, Aracaju/SE, em 19 de dezembro de 2010.)


(*) Remetendo a outro ícone imortal e emblemático, Marlene Dietrich, musa-deusa do cinema antigo, é assim que é conhecida a ultraprestigiada jornalista, lenda viva do colunismo social sergipano: Thaïs Bezerra, com inacreditáveis 31 anos de carreira, geminados (ninguém sabe como) a um corpo-escultura de adolescente. Políticos, empresários, acadêmicos, VIP’s de todas as categorias reverenciam a poderosíssima “Blonde”, que passa incólume a todas as crises, sempre irradiando alegria, otimismo e fé. Como diz nosso líder, canal do Espírito Eugênia, Benjamin Teixeira: “Médium mística do inconsciente coletivo de Aracaju, Thaïs é uma prova viva de como se pode ser canal do bem em qualquer latitude profissional, encarnação rara de lealdade aos amigos e de determinação pessoal inamovível”. Thaïs publica, desde 2005, semanalmente, notas sobre o Instituto Salto Quântico. Aqui passarão elas a ser também trazidas a lume, para que o Brasil e o mundo conheçam a mulher que mudou a face social e emocional da capital de Sergipe d’El Rey, “Coração do Coração do Mundo”, com seu famoso jargão: “Aju é um baile, com chuva ou com sol”.




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: