Espírito Eugênia-Aspásia

3 de agosto de 2010
 

Alerta Grave aos Médiuns.

http://www.saltoquantico.com.br/wp-content/imagens/espelho.jpg

Benjamin de Aguiar
pelo
Espírito Eugênia.


Recorda-te, sempre, prezado(a) companheiro(a) médium, que ser canal da Luz é também, potencialmente, ser instrumento das trevas. Com isso, acerta teus passos (teus pensamentos e sentimentos mais ocultos), em oração, mas também em vigilância, observando, com tua intuição, os elementos que te parecem surgir à mente, em desalinho com teu padrão de ética, espiritualidade e fé.

Faze, com rigor religioso, teus cultos diários do Evangelho, à hora certa (para que os benfeitores espirituais te acompanhem), à meia voz, ainda que estejas sozinho(a) (para que os sofredores desencarnados te ouçam), além de não te descurares das práticas oracionais que realizas isoladamente, no reduto de teu quarto, na intimidade de teu coração, para, dessarte, garantires um bom diapasão de teu psiquismo, frequências mentais em patamar o melhor possível, de molde a não fraquejares e estabeleceres fios de comunicação telepática com entidades malevolentes, viciosas e/ou parasitárias, arruinando-te o bem-estar, o equilíbrio íntimo, a produtividade no trabalho ou nos estudos, a harmonia nas relações familiares e conjugais, e, quiçá, desencaminhando-te na rota da realização de tua missão na Terra, não importando que dimensão tenha esta – mesmo que te julgues muito insignificante, sempre és útil a alguém, geralmente a bem mais gente e bem mais do que imaginas.

Segue às reuniões mediúnicas, semanalmente, bem como às palestras-aulas que lhe são correlatas, a fim de propiciar tratamento às entidades menos felizes que se te imantam ao psiquismo, portadoras de deformidades morais ou conceituais. Contudo, recorda-te de que não estás longe delas – sempre há o perigo, na condição humana, de cairmos nos erros que mais condenamos. Urge faças a higienização íntima, todos os dias, para que não venhas a soçobrar em mares bravios do inconsciente, semelhantes àquelas compulsões e cristalizações que notas nas sessões de intercâmbio, com a dimensão extrafísica de existência.

Atenta-te, sobremaneira, para as seduções sutis, do coração e da vaidade, que te exortam a menor atenção para com as responsabilidades e compromissos a que, voluntariamente, enlaçaste o espírito, as induções que te levam a menoscabar ou ferir os sentimentos alheios. E, agindo com racionalidade e firmeza, põe-te na rota da disciplina impreterível, a serviço da Luz Divina, que deseja sempre o melhor para todos e não para alguns em particular.

Vivendo este constante estado de auto-observação e autoanálise (imprescindível a teu próprio bem-estar e aproveitamento construtivo da presente encarnação que ora desfrutas), estar-te-ás pondo em regímen de maior segurança (afastando-te das trágicas consequências em que se enredam médiuns desencaminhados, quais: enfermidades mentais crônicas, vícios “incorrigíveis”, tendências criminógenas, moléstias graves e, amiúde, morte precoce), com relação ao delicado equipamento psíquico que portas na intimidade, a fim de que o coloques a serviço do Bem e Seus Representantes, mesmo quando estiveres emprestando teu corpo à manifestação de sofredores desencarnados em reuniões de desobsessão – porque, em tais ocasiões, estar-te-ás fazendo o enfermeiro amigo da Espiritualidade Maior, que não dispõe das energias físicas que trazes no veículo de carne para auxiliar os desatinados do Além. E, então, te tornarás, onde estiveres, interagindo com encarnados ou desencarnados, uma presença de Luz e paz, esperança e otimismo, equilíbrio e harmonia, esclarecimento e conforto, ainda que de modo tão sutil, que a muitos passe desapercebido; nunca, porém, para o Criador e Seus Emissários, porque te utilizarão, a todo momento, para disseminarem a transformação da treva em luz humana, e da luz humana em Luz Divinal, mesmo que apenas por pequenos singelos gestos fraternos: um sorriso, uma palavra de orientação, um silêncio à fofoca ou ao desdém em relação a outrem, um abraço caloroso em alguém desanimado… fazendo com que deixes, empós tua passagem, em toda parte, um perfume de bênçãos… um bafejo de graças…

(Texto recebido em 2 de agosto de 2010.)


Ajude a santa e sábia Mestra Espiritual Eugênia e Seus Amigos igualmente Mestres Desencarnados a disseminarem Suas ideias de sabedoria e amor, e, com isso, tornarem o nosso mundo mais feliz e pacífico. Basta que encaminhe este arquivo a sua rede de e-mails. Para tanto, utilize a ferramenta abaixo, com os dizeres: “Envie esta mensagem para seus amigos”.

Se você está fora de Sergipe, pode assistir à palestra de Benjamin de Aguiar, ao vivo, aqui mesmo, pelo nosso site, mediante uma colaboração simbólica, destinada à manutenção dos equipamentos utilizados na transmissão via internet. Para acessar-nos, basta que venha até cá, às 19h30 de domingos, horário de Aracaju (atualmente alinhado com o de Brasília), e siga as instruções aqui dispostas no próprio domingo, em postagem específica. (Lembramos que a entrada, para quem quiser assistir presencialmente, é gratuita.)




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: