A “Blonde Venus” sergipana Thaïs Bezerra

26 de julho de 2010
 

Frisson na City.

http://www.saltoquantico.com.br/wp-content/uploads/Thais_BT165.jpg

[A “Blonde Venus” sergipana Thaïs Bezerra (*)]


Frisson em torno do fenômeno inexplicável que acontece no Salto Quântico. Em 20 anos, ninguém que compõe os grupos das reuniões mediúnicas da Organização (enquanto as frequenta) enferma ou se acidenta de morte, sequer sofrendo mutilações. Um passarinho de sucesso, que frequenta as palestras de Benjamin, ficou pasmo ao ver magistrados, Ph.D’s, empresários e profissionais liberais de sucesso, professores e artistas respeitados e conhecidos (120 ao todo) subirem ao palco para darem testemunho de uma afirmação “tão inacreditável”. Disse-me ele: “O que aquela gente teria a ganhar sustentando isso? E que estatística de Seguradoras, como afirmou o próprio Benjamin, poderia explicar este fenômeno extraordinário? Todas as religiões apresentam fenômenos miraculosos. Mas com TODOS os seus profitentes?” (Veja no site www.saltoquantico.com.br, no ícone: “Curas e Salvamentos Espetaculares”.)

(Nota publicada no Jornal da Cidade, Aracaju – Sergipe, de 25 de julho de 2010.)


(*) Remetendo a outro ícone imortal e emblemático, Marlene Dietrich, musa-deusa do cinema antigo, é assim que é conhecida a ultraprestigiada jornalista, lenda viva do colunismo social sergipano: Thaïs Bezerra, com inacreditáveis 31 anos de carreira, geminados (ninguém sabe como) a um corpo-escultura de adolescente. Políticos, empresários, acadêmicos, VIP’s de todas as categorias reverenciam a poderosíssima “Blonde”, que passa incólume a todas as crises, sempre irradiando alegria, otimismo e fé. Como diz nosso líder, canal do Espírito Eugênia, Benjamin Teixeira: “Médium mística do inconsciente coletivo de Aracaju, Thaïs é uma prova viva de como se pode ser canal do bem em qualquer latitude profissional, encarnação rara de lealdade aos amigos e de determinação pessoal inamovível”. Thaïs publica, desde 2005, semanalmente, notas sobre o Instituto Salto Quântico. Aqui passarão elas a ser também trazidas a lume, para que o Brasil e o mundo conheçam a mulher que mudou a face social e emocional da capital de Sergipe d’El Rey, “Coração do Coração do Mundo”, com seu famoso jargão: “Aju é um baile, com chuva ou com sol”.




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: