Benjamin Teixeira de Aguiar

16 de julho de 2010
 

A Espada Mística do Poder Divino do Arcanjo-Buda Gabriel – Curas e Salvamentos Extraordinários (sobre o vídeo postado abaixo deste artigo, na interface do site).

Anjo Gabriel


Estatística de Estarrecer Seguradoras.

É uma estatística de estarrecer Seguradoras. Em 18 anos de atividades em reuniões mediúnicas de nossa Instituição (iniciadas em 1992, e, desde o início da década passada, com tantos componentes, que precisamos duplicar o grupo original – hoje são cinco em Aracaju, uma nos EUA), compostas inclusive de senhores e senhoras de meia idade, desde os primórdios de sua fundação, vários com saúde debilitada, nunca, realmente em nenhum caso, houve alguém que enfermasse de morte ou sofresse um acidente fatal, nem mesmo mutilante, enquanto frequentava um de nossos grupos de trabalhos medianímicos.


A Qualidade das Testemunhas – Outro Ponto Importante a Fomentar Perplexidade.

Entre as testemunhas que subiram ao palco, na reunião domingueira passada, dia 11 de julho, inúmeros há no topo de suas profissões – figuras conhecidíssimas no Estado: magistrados, Ph.D’s, empresários brilhantes, profissionais liberais de sucesso, até mesmo um Secretário de Estado. Como esta gente, que teria tanto a perder, estaria confirmando, publicamente, algo tão surreal, se não fosse verdade?


Como? Por Quê? Para Quê? Até Quando?

Ou seja: a Espiritualidade prolonga a misericórdia de estarmos encarnados, com saúde e lucidez (relativas – risos), até o limite de nossas possibilidades orgânicas e cármicas, para que a dádiva inapreciável da vida, no domínio material de existência, seja estendida quanto possível, e retornemos à Pátria Espiritual com o máximo de experiência adquirida e aplicada, neste “terreno ingrato” para as questões do Espírito, que o estar reencarnado constitui. Com isso, temos favorecido o ensejo de “viver várias vidas numa mesma existência” (como assevera a Mestra Espiritual Eugênia), de modo a evoluirmos mais, em menor espaço de tempo, e aproveitarmos a bênção ímpar de estar encarnados dentro desta Casa, a Casa dos Cristos de Deus, nesta época singular de realizações sublimes e grandiosas! Será esta – conforme disse, certa vez, em transe semiconsciente, nosso amigo-irmão Delano Mothé –, para quase todos nós, “a reencarnação mais importante de nossos históricos evolutivos”, pela relevância intemporal do que está sendo realizado, nesta Organização da Luz, em plenas sombras da crosta terrena.


Isso não implica…

Dizer que não desencarnaremos (deixemos isso bem claro, embora já o tenhamos dito, indiretamente, acima). Eu posso estar morto, biologicamente, amanhã mesmo! Ou qualquer um dos integrantes de nossa Equipe Mediúnica, dividida, atualmente, em seis grupos, com quase 150 participantes (aumentados nesta semana – risos). Mas… por ora… em duas décadas de trabalho… é o dado assombroso que temos a apresentar! Eles – a Embaixadora dos Cristos, nossa adorável Eugênia e Seus Amigos Espirituais – nos estendem as vidas físicas quanto Lhes seja viável, para que nos beneficiemos na medida máxima do exequível, aqui dentro do Salto Quântico.


A Inversão da Equação de Fé do Martírio.

Como afirmou, com poética singular, mais uma vez, a sábia Eugênia, os cristãos nos tempos primordiais demonstravam sua fé entregando a vida física à morte, em martírios espetaculares; hoje, uma revolução paradigmática ocorre em nosso Instituto: provamos com a vida a qualidade do Lugar e da Filosofia a que dedicamos nossa fé… vida em abundância, de conformidade com o que Nosso Mestre Jesus prenunciou ter vindo oferecer à Terra. Porque não só em termos de anos nossas vidas são dilatadas, mas de qualidade de nossas vivências, íntimas ou relacionais, com Deus e com a sociedade, com nossos Guias Espirituais e, por fim, com o legado que edificamos para a posteridade… Alguns chegam a resolver problemas financeiros aparentemente insolúveis; outros, em seus dramas psicológicos, obsessionais, conjugais e familiares inextricáveis, encontram meios de arrefecimento ou de soluções magníficas, incluindo a ruptura de relações doentias, além da esperada cura (pelo respeito inviolável ao livre-arbítrio dos envolvidos) – milagres morais que acontecem a mancheias, todos os dias, em nosso Lar Espiritual, a Escola da Felicidade!…


E Mais…

O benefício fabuloso visivelmente se estende para quem frequenta assiduamente as palestras de nossa Casa, a ponto de irradiar-se aos entes queridos dos que compõem os dois grupos de salto-quantistas em Aracaju: os constituintes de mediúnicas e os que apenas comparecem, com disciplina, no correr dos anos, às preleções domingueiras de nossa Instituição. Mas não temos segurança, nem meios para averiguar se é isso verdadeiro, em caráter absoluto, neste particular, pela imensidão do público que já passou por nosso Instituto, nos últimos dois decênios. Eugênia afirma-me agora que é um quase contrassenso o que digo, já que os que apenas passaram por aqui não chegam a se fazer partícipes do conjunto dos assíduos, de quem temos notícias mais claras (risos). Sobre os familiares, não podemos dizer que o fenômeno tenha se dado sempre, porquanto há inclusive os que são despachados para uma melhor existência (no plano extrafísico de Vida), como uma bênção conferida aos encarnados condiscípulos de nossa Escola Espiritual – escusem-me a franqueza aguda: não estou fazendo humor de mau gosto, e sim uma afirmação ousada. Contudo, no que tange aos que comparecem, impreterivelmente, mês sobre mês, ano sobre ano, às conferências semanais do Salto Quântico, é quase certo, até onde alcança a minha memória, dizer-se o mesmo. Desculpem não ouvir plenamente a Mestra Eugênia, neste momento, porque estou me dirigindo, sobremaneira, agora, aos que não acreditam ou duvidam de sua existência (e do Mundo Espiritual e mesmo do Criador), e prefiro me basear em dados que posso levantar, com segurança, como os testemunhos do domingo próximo passado, de mais de cem pessoas! Farei um levantamento, com todos os integrantes antigos da Organização, no intuito de ver se alguém se recorda de componentes fiéis das audiências às nossas preleções que tenham enfermado ou sofrido acidentes com consequência de morte física, e torno a este sítio para documentar a informação, provavelmente com um vídeo, mais uma vez, como aconteceu com esta estupefaciente revelação.


Sinal Maior da Presença de Deus, de Caráter Transreligioso.

Definição de morte e vida – afirmam todas as religiões e tradições espirituais, do Ocidente como do Oriente, do passado quanto do presente – são assuntos exclusivos de Deus. Este é o Maior dos Sinais Divinos, a revelar a Quem Pertence a Instituição sob Cuja tutela nos colocamos todos – eu mesmo sendo o primeiro beneficiário, muito agradecido e honrado com o que não julgo merecer, mas sim precisar, para trabalhar a serviço do bem comum e “pagar meus carmas” (para simplificar a conversa – risos). Alhures, em outros ambientes de fé, há curas e salvamentos tão impressionantes como os que aqui ocorrem, mas eis a questão axial: são raros. Nesta Casa, todavia, não só são inúmeros e constantes os milagres de Deus (a Mão Onipotente do Divino não tem excetuado de tais curas e salvamentos espetaculares nenhum dos participantes de nossas mediúnicas, em quase duas décadas conclusas): todos são abençoados, por variantes do mesmo fenômeno de Proteção Extraordinária.


Onde Mais?

Perguntaríamos, na audácia dos que estão inflamados por uma fé baseada na razão, neste caso respaldados em dados matemáticos: onde mais no globo isso está acontecendo? O que estaria ocorrendo nesta Organização? O que podemos inferir disso? A resposta está clara: na pessoa de Bernadette Soubirous, Guia Espiritual da Instituição, Representante Direta de Maria Santíssima e dos Cristos de Deus. Por isso, fenômenos tão excepcionais ocorrem por aqui, de modo tão invulgar. É a assinatura d’Elas, d’Eles, de que realmente andam por aqui os Enviados Diretos do Criador, Que têm escrito o Evangelho para a mulher e o homem do terceiro milênio, um capítulo por semana.


Incorruptibilidade Cadavérica.

“Estranhamente”, até incorruptibilidade cadavérica, além da própria Bernadette Soubirous, apareceu em nosso grupo. Uma das componentes de nossas reuniões mediúnicas descobriu, após anos do desencarne de sua mãezinha, que o corpo da genitora estava intacto, remetendo-nos, de pronto, à Nossa Grande Mestra Eugênia – tal fenômeno tem sido, nas tradições mais antigas da Cristandade, associados à santidade. Bingo(!): mais um dos sinais dramáticos da Presença de Maria Santíssima em nosso grupo, porque, como dissemos acima, depois do primeiro círculo dos partícipes de reuniões mediúnicas, há um segundo grupo de proteção (o dos que vão sistematicamente às aulas públicas hebdomadárias), bem como, por fim, um terceiro: o dos entes queridos dos dois grupos anteriores, em níveis decrescentes de fenômenos extraordinários, pelo que temos tomado nota, até a presente data.


A Espada Mística do Arcanjo-Buda Gabriel.

Este é o início de uma nova sessão, tanto em nosso site, como na palestra e no programa de TV. Todas as semanas, alguém virá a púlpito, para narrar algo que lhe tenha ocorrido, fora dos padrões da lógica, da probabilidade, dos princípios elementares de previsibilidade racional, acentuando o traço do Poder de Proteção de Maria Santíssima, de Nosso Senhor e Mestre Jesus e do Arcanjo (Buda) Gabriel, sobre Nossa Casa, que fomos orientados a simbolizar em Sua Mística Espada, Representativa da Vontade Divina para a Terra: Força Incomparável e Imbatível, tal qual um dos mais conhecidos lemas de nossa Instituição, excerto da Epístola de Paulo aos Romanos (8:31): “Diante de tudo isso, o que podemos dizer? Se Deus é por nós, quem será contra nós?”


Lamentavelmente, o Reverso é Verdadeiro.

Incontáveis são os casos, mês sobre mês, ano sobre ano, dos que se deixaram (como acontece em todas as agremiações de fé) arrastar pelas tentações da deserção, com as tão comuns racionalizações (motivos construídos pré-consciente ou mesmo inconscientemente) que o ego ferido, o preconceito confrontado e, às vezes, tão-só, o comodismo incomodado elaboram, para afastar tais criaturas de seus ambientes de afinidade na Comunhão com o Divino. Com os que se desligaram de nossos círculos, vimos acontecer (eu e nossos amigos na Instituição) acidentes trágicos, enfermidades degenerativas fatais e, mais que a simples morte física (que, no meu entender, é apenas um detalhe menor nas implicações de se darem as costas à Graça do Céu ou mesmo cuspir n’Ela), vidas afetivas e familiares esfaceladas, condições financeiras arruinadas, além do mais comum que temos observado: desgosto profundo com a vida, com o semelhante e com Deus, qual se nos deparássemos, repentinamente, com zumbis, mortos-vivos a pervagarem na existência, “no automático”, olhos embaçados e desvitalizados, como se já estivessem mortos, sem precisarem morrer… Trata-se de um outro fenômeno impressionante, reverso ao que se dá com os que demonstram lealdade à nossa Instituição, ou a contraparte do mesmo mecanismo místico, que nos entristece profundamente, porque sabemos que os desertores agiram movidos por ignorância, hipnotizados por agentes das trevas, que pugnavam por destruí-los, instilando-lhes preocupações vãs com as aparências ou cristalizações em ideias preconcebidas e respeito a convenções ultrapassadas e moralismos profundamente questionáveis. A assimilação de tais alvitres sinistros, no entanto, diante das Leis de Justiça e Liberdade da Vida, para a consciência humana, são de inteira responsabilidade pessoal dos fujões melindrosos, por mais que pretendam (sentindo-se intimamente convencidos disso) culpar terceiros por sua saída daqui – um dos primeiros movimentos desculpistas do inconsciente (ou da sombra psicológica), para que suportem a dor que se lhes faria insuportável: a de terem que reconhecer, para si mesmos, que agiram tão destrutivamente com seu próprio destino.


Carreiras Políticas e Impérios Econômicos Esboroaram…

O que mais me assustou foi ver o que ocorreu aos que se negaram a ofertar ajuda mínima à Instituição, quando solicitada (raramente), ou mesmo se puseram contra a Obra do Espírito Eugênia. Oligarquias políticas esfumaçaram-se, impérios econômicos locais dissiparam-se… como brumas ao vento…


Castigo de Deus? O Avatar Brasileiro. O que Mais?

Já foi dito alhures, mas nunca é demais repetir… Jamais aventaríamos o conceito de castigo, mas tão-só de matemáticas consequências de se voltarem as costas às Graças de Deus: introduz-se, o incauto, muito retamente, na antecâmara do inferno. Os que sofreram sequelas, ao sair de nossa Casa, apenas se puseram fora de uma Proteção Especial que lhes era concedida, por estarem sob a Cobertura Direta de Maria Cristo. Afastando-se daqui, seus cursos cármicos, todas as provações e expiações que lhes estavam programadas, antes mesmo de reencarnarem, voltaram a funcionar normalmente, comandando sua linha de destino. Eles poderiam permutar o carma, por serviço aqui dentro; optaram, contudo, pela expiação. Quanto aos que atacaram injustamente ou se negaram a cooperar minimamente (quando muito podiam), houve, então, uma aquisição de carma, imenso, e a maior bênção seria ocorrer um efeito imediato em sua vida, porque tais indivíduos poderiam, assim, meditar nas relações claras de causa e efeito; entrementes, em muitos casos, o carma lhes funciona como bomba-relógio, explodindo no correr dos anos, aos poucos… É um quadro, sem dúvida alguma, aterrador, mas a que temos que assistir inermes, por não podermos invadir o livre-arbítrio de seres conscientes, nem sacudi-los, como se fossem crianças, ou abrir-lhes as cabeças a marretadas, para que percebam o tão… tão… óbvio… com o tão, tão extraordinário que se dá em nosso Instituto, a ponto de ser único, em vários sentidos, no planeta inteiro.


Sinalizações Extremas do Alto.

São evidências extremas, que o Alto assinala para dizer que realmente o Espírito Eugênia é o Avatar brasileiro do século XXI, e que Ela fala em Nome de Maria Santíssima e do Conselho dos Budas que dirigem nosso planeta. O que mais poderia explicar tantos fenômenos extraordinários acontecendo por aqui, não pontualmente, mas com todos?


Doutor, o Senhor Está me Ameaçando?”

Imaginemos um paciente que dissesse isso ao médico, com quem foi se consultar, após ouvir que deveria seguir determinada prescrição medicamentosa ou ser submetido a certo procedimento cirúrgico, sob pena de morte. Todos atendem, comumente de modo bem mais passivo do que o necessário (porque uma segunda opinião profissional sempre pode ser requerida), assustadiços e infantilizados, às recomendações médicas buscadas. Outrossim, se alguém fala da necessidade de frequentar bancas escolares, universitárias, ou mesmo de submeter-se a estafantes rotinas de estudo, para a aquisição de diplomas de pós-graduação ou para a aprovação em concursos públicos, há uma aclamação geral de impressionar! Estão errados estes dois grupos? De forma alguma; vê-se, entretanto, uma inversão na escala das prioridades, porque nem sequer sabemos a data de nossos desencarnes, e todas as nossas conquistas materiais e sociais, títulos nobiliárquicos e até mesmo a natureza da ligação familiar que temos com algumas pessoas se desvanecerão, no instante em que nossos corpos apodrecerem, qual a carne que ingerimos nas refeições, que começa a se decompor, desde o percurso de nossos longos intestinos até a excreção. Mas a preguiça, a indisciplina e a arrogância estúpida do ser humano, em nossa cultura ocidental, resolveram fazer moradia nos assuntos espirituais e religiosos – em parte, motivadas pela presença de embusteiros, como os há, porém, em todas as áreas de atuação humana. Quando se fala de ser assíduo a uma tarefa espiritual ou realizar uma prática oracional, uma série de pareceres levianos espoca de toda parte, como se houvesse peritos no tema em cada esquina – opiniões inconsequentes, porque apresentadas por gente que não conhece o assunto o bastante para emitir um posicionamento com segurança, quanto mais juízos tão emoldurados de certeza (e raiva maldissimulada – bem sintomático, não?), como normalmente são lavrados tais pareceres em público – o que bem indica o grau de inconsciência e impulso de fuga à responsabilidade que lhes subjazem.

E quando o medo aparece como auxiliar da psique, na tentativa de acordar a voz da consciência adormecida, logo a anestesiam, novamente com um patético e infantil: “não acredito nestas coisas”, ou algo que o equivalha, numa fala escorregadia, à guisa de uma serpente imergindo no pântano, como se os micróbios que devoram um organismo em estado de septicemia deixassem de existir e atuar no corpo em iminência de colapso, se o seu portador “não acreditasse nestas coisas” de micróbios conduzindo-o a óbito breve.


É Bem Verdade que Não São Todos…

Que sofrem consequências sinistras como as que apresentamos. Mas, até agora, não tenho visto os que não me pareçam embotados e empanados, empobrecidos naquele tipo de luz no olhar que somente os conectados verdadeiramente com a Luz Divina ostentam. Alguns dos “fujões” hoje realizam trabalhos sérios alhures, porque decerto têm o direito de ser conservadores ou não concordar com este ou aquele ponto de vista nosso, e então se afastarem, para se dedicarem a outras obras do bem, sem que, com isso, estejam totalmente desligados da Luz de Deus… Mas não estão, propriamente – permitam-me a franqueza –, sob a Cobertura Mais Direta dos Cristos, porque seria o equivalente à atitude de alguém que, na época de Jesus encarnado, emigrasse da Galileia, onde o Mestre inolvidável comumente fazia Suas inesquecíveis Prédicas, e fosse aprender com um guru da Índia, que já existiam por aqueles dias. Aqui, não por mérito meu ou de meus amigos, mas do glorioso Espírito Eugênia e Sua Falange, há, realmente, A PROTEÇÃO DIVINA para a Terra, por excelência (em função do trabalho para as massas e para a posteridade que em nossa Casa se desdobra, em termos de fixação da Voz do Espírito da Verdade, todas as semanas, em nossas preleções públicas, com um Conselho de Budas a Se manifestarem, em revezamento), inobstante haja, em medidas menores, o Amparo Divino em outros templos.


Ouça a Voz do Especialista em sua Área Própria.

Se você quer ouvir um parecer médico, procura o especialista da área orgânica que o preocupa, não é verdade? Se deseja aprender algo, busca os professores ou profissionais que dominam o assunto – não estamos certos em dizê-lo? Pois bem: você está ouvindo um estudioso da temática, que há um quarto de século lê e observa atentamente o fenômeno em questão, aqui tratado, e que, atualmente, dirige a maior Obra, do planeta, de divulgação da matéria Espiritualidade pela televisão. Pretensioso? Não: é um fato (volte ao ícone “Rede Salto Quântico”). E não estou nem um pouco preocupado em parecer pernóstico, se isso resgatar você de algum preconceito incrustado que ainda o afaste de nossas hostes de salvação. Curiosamente, falar de verdades cruas soa vaidoso, quando mais humildes estamos sendo (no meu caso, muito pouco humilde). Já a falsa modéstia, que, como a própria expressão o diz, é desonesta, costuma ser recebida como sinal de humildade e até de santidade. Graças a Deus estou bem cônscio de ser apenas o Canal, e de que santos e geniais são Aqueles que eu Represento, muito precariamente, em minha condição de ser humano cheio de defeitos. Mas ai de mim, por outro lado, se não declarar isso aos “quatro ventos da Terra”, porque sei Quem Eles São… como bem atestam os eventos miraculosos que ocorrem aqui, não pontualmente, conforme alardeiam as religiões, mas com TODOS OS COMPONENTES das nossas reuniões mediúnicas, EM DUAS DÉCADAS CONSECUTIVAS, e, pelo que temos notado, também com os que frequentam assiduamente os nossos encontros de domingo.


Venha Compor Esta Família, Venha Ser Feliz.

Temos problemas e defeitos humanos normais – como acabei de afirmar acima, não só eu, como meus amigos e colaboradores –, mas estagiamos numa ciclagem de aprendizados, desafios e realizações que, realmente, nos dá a impressão (aos que compomos o núcleo mais íntimo da Instituição, e mesmo os apenas frequentadores mais assíduos das palestras e do site – que mo dizem amiúde, por sinal) de que vivemos em uma outra velocidade, em um outro padrão ou dimensão de consciência, amadurecendo, curando nossas mazelas íntimas e tornando-nos progressivamente mais felizes, realizando nossos projetos de vida e solucionando problemáticas complexas, com uma celeridade e profundidade que escancaradamente deixam evidente a Intervenção Direta de Forças Superiores…


Mesmo os que Não Têm Fé Segura São Beneficiados.

Sumamente, sentimo-nos preenchidos, por um estranho Fogo Sagrado que lembra os Cristãos dos tempos primordiais, embora, realmente, nem todos digam senti-lo – o que, no meu entender, é uma evidência a mais a corroborar o maravilhoso que acontece aqui. Não há gente deslumbrada ou fanática, pelo traço forte de intelectualismo e cerebração (exagerados acredito) de nosso Grupo, e muitos, por conseguinte, mesmo sem o querer, mesmo lutando bravamente por superarem esta tendência, são cépticos, tanto que realmente precisam, por exemplo, da sessão de Provas da Imortalidade da Alma (aqui também em nosso site, como nas palestras e programas de TV), para alimentarem sua fé pequerrucha, um pouco todos os dias, e aceitarem que tudo o que ocorre em nossa Casa (tão maravilhosamente inacreditável!) é real – noto, amiúde, que alguns ainda ficam com um olho fechado e outro aberto (risos), desejosíssimos, coitados, com toda sinceridade d’alma, de se entregarem completamente ao salto da fé, sem que seus intelectos treinados ainda o permitam (risos – por isso falamos dos muitos acadêmicos e profissionais de Medicina, em nosso meio: haveria grupos mais propensos ao cepticismo? – risos). E, no entanto, os fenômenos extraordinários acontecem mesmo assim, com eles também, porque não há exceções para a Cobertura Miraculosa do Poder dos Cristos. Ou seja: trata-se não de um fenômeno paranormal ou psicossomático, relacionado à autossugestão, mas sim de uma Intervenção Poderosa, de todo inexplicável para a Ciência Médica e – o que me faz pasmar também – para qualquer tabela estatística dos melhores matemáticos-chefes de Seguradoras.


Por isso, Você Pode Ser Um de Nós.

Então, se você por dentro está dizendo: “Ah… eu não acredito, sou muito questionador… Deixei de acreditar em religiões e religiosos”, ou qualquer expressão, conceito ou resmungar (risos) do gênero, seja bem-vindo! (risos) É assim que pensa a esmagadora maioria dos componentes de nossa Organização, pelo país inteiro (incluo os que nos acompanham pela televisão ou pelo site). Nós somos para aqueles que precisam de evidências dramáticas da Realidade do Mundo Espiritual. Assim, assista às nossas palestras (entrada franca, para os que forem, presencialmente – estes, os mais beneficiados: porque recebem as Diretas Irradiações dos Cristos, que estão se comunicando, à distância, ao final de nossas palestras), ou ao programa de TV (consulte o ícone Rede Salto Quântico); se não, ao menos acompanhe este sítio eletrônico na internet.


O que Não Somos. E o Histórico Evangelho para o Terceiro Milênio.

Não somos uma nova religião ou um novo partido de crença. Estamos falando para todos os grupos sociais e culturais, sejam religiosos ou não. Dirigimo-nos a todo ser humano que deseja saber o que é, d’onde veio, para onde vai. Por isso, os Cristos Jesus, Maria, Gabriel, Sidharta e Lao Tsé (com a assinatura sagrada dos impossíveis que acontecem aqui, como o vídeo abaixo desta postagem dá breve mostra) estão-Se alternando para psicografar, à distância, um Novo Evangelho, por uma rede imensa de almas santas e gênios do Plano Sublime, em várias camadas descendentes vibratório-evolutivas, até que cheguem então à minha limitadíssima frequência mental, e eu possa psicografar, diante da plateia presente, os quatro versículos (como vem acontecendo, nas semanas anteriores) que compõem cada um dos novos capítulos deste Evangelho dos Cristos de Deus para a Terra, vazado em linguagem atual, para que os dramas, necessidades, aspirações, conflitos e perplexidades dos homens e mulheres da atualidade sejam dirimidos, e encontremos, destarte, um sentido para viver, nesta era sinistra de tragédias coletivas, perigos ecológicos crescentes (em escala global) e alastramento do uso das drogas, casados à força diabólica da militância ateísta.


A União Civilizacional, por Fim!

Por isso, este ecumenismo e universalismo fantásticos da Obra do Espírito Eugênia, demonstrados inclusive pela “Presença” dos Autores Búdicos deste Escrito Sagrado Lapidar, endereçado aos cidadãos encarnados deste século XXI, deste terceiro milênio – um Evangelho intercivilizacional, assinado por dois Cristos do Ocidente (Jesus e Maria), dois Budas do Oriente (Sidharta e Lao Tsé) e um Arcanjo-Búdico-Crístico, Intermediário entre as duas Grandes Massas civilizatórias do Oriente e do Ocidente, por ter sido a Raiz Divina das maiores religiões da atualidade (excetuando-se o Budismo e o Hinduísmo): o Pai de Jesus (que visita e engravida, por método místico, Maria Santíssima), o Iavé de Moisés, que Gravou, diretamente, os Dez Mandamentos (para os judeus) e Anjo Gabriel de Maomé, que lhe pediu recitasse o Corão, após ditar-Lho (para todo o mundo Islâmico). É este Divino Representante de Alá ou de Deus-Trindade (Pai Mãe e Filho) que fincou Sua Espada de Divino Poder nesta Casa, e daqui só A retirará quando bem Ele-Próprio o quiser.

Louvado sejas, Sacratíssimo Arcanjo-Buda Gabriel, Presidente do Conselho dos Cristos que governa o Planeta Terra, Representado pelo Seu Filho-Verbo-Encarnado, Voz da Verdade Divina, Nosso Senhor e Mestre Jesus, e pelo Manto Acolhedor e Protetor da Bondade Materna Infinita de Maria Santíssima!…

Que Deus nos abençoe a todos,

Seu irmão em Humanidade,
Benjamin de Aguiar,
Aracaju, 16 de julho de 2010.


Nota Importante da Mestra Espiritual Eugênia.

Na noite de 16 de julho, nossa adorável Mestra pediu-nos aditasse a nota logo abaixo, esclarecendo ponto importante do texto acima:

“A mera frequência à palestra não é bastante, para os efeitos prometidos de ‘curas ou salvamentos espetaculares’. Isso deve ser registrado e ressaltado, abaixo da publicação hoje no site, muito embora muito já se possa fazer com os que se esforçam a estar presentes em nossas reuniões domingueiras e seus familiares (ainda que ausentes). Somente a presença assídua às nossas reuniões mediúnicas, consociadas às palestras públicas, tem o tal efeito curativo e protetor desejado em medida fora do comum. Só podemos prodigalizar o efeito pela metade, quando a pessoa tão-só comparece às preleções de nossa Casa. Em nossas mediúnicas, faz-se viável desdobrarmos tarefas muito mais minuciosas, qual a extração de fatores psicopatogênicos de diversas enfermidades, em seus primórdios, assim como realizarmos cirurgias psíquicas e/ou espirituais em seus participantes. Publique isso, por gentileza, pela importância e gravidade da assertiva que é apresentada no artigo.”


Ajude a santa e sábia Mestra Espiritual Eugênia e Seus Amigos igualmente Mestres Desencarnados a disseminarem Suas ideias de sabedoria e amor, e, com isso, tornarem o nosso mundo mais feliz e pacífico. Basta que encaminhe este arquivo a sua rede de e-mails. Para tanto, utilize a ferramenta abaixo, com os dizeres: “Envie esta mensagem para seus amigos”.

Se você está fora de Sergipe, pode assistir à palestra de Benjamin de Aguiar, ao vivo, aqui mesmo, pelo nosso site, mediante uma colaboração simbólica, destinada à manutenção dos equipamentos utilizados na transmissão via internet. Para acessar-nos, basta que venha até cá, às 19h30 de domingos, horário de Aracaju – atualmente alinhado com o de Brasília –, e siga as instruções aqui dispostas no próprio domingo, em postagem específica. (Lembramos que a entrada, para quem quiser assistir presencialmente, é gratuita.)




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: