Artigos sobre mediunidade

6 de fevereiro de 2010
 

Convocação ao Médium.

http://www.saltoquantico.com.br/wp-content/uploads/medium214.jpg


Benjamin Teixeira
pelo Espírito
Gustavo Henrique.

Tu, que és médium, oferece teu corpo e as energias animais que ele porta, às entidades sofredoras em desvalimento, que te buscam o socorro caridoso da mente-vaso-acolhedor, para que transfundam as trevas da angústia que os tortura, numa pequena réstia de esperança, paz e alívio, para seus atrozes padecimentos.

Não te impressione o cansaço do dia. Vai à tua casa espírita e realiza teu ofertório devocional, de teu corpo, de tua mente, de teu coração, de molde a que possas, então, sentir-te quite com a própria consciência, que te pede serviço solidário a teu semelhante desenfaixado da matéria.

Hoje, podes portar impedimentos diversos que te pareçam inviabilizar, de todo, tua tarefa de amor ao próximo, em exercício das faculdades mediúnicas. Faze, porém, de tua condição de supersensibilidade um sacerdócio abençoado, em que foste naturalmente investido, desde o berço, qual uma responsabilidade que te foi conferida, sem espaço a dúvidas, pela Divina Providência e Seus Agentes, em benefício de encarnados ou desencarnados.

Põe em prática a lei do perdão, da fraternidade e da benemerência, sem restrições e exigências prévias, e estarás fincando teu empreendimento mediúnico no solo firme da sintonia do Amor, na faixa de vibrações do Céu. E, sem visares a postos de destaque no trabalho do bem, sê o anônimo samaritano do psiquismo ativo, em terapêutica paranormal, para que o ego te não invada a seara do ideal e do coração, inutilizando-te a semente da real iluminação: aquela que acontece pelas mobilizações e iniciativas da bondade e da piedade, e não do orgulho ou dos impulsos de poder.

Que Nosso Senhor Jesus te abençoe as possibilidades de intercâmbio interdimensional… Assim, humilhando tua vaidade e convertendo teus brios em tapetes para os passantes ignorados da Espiritualidade sofrida, torna-te o Cireneu oculto e desconhecido, que se faz apóstolo do Senhor, carregando-Lhe, ainda que por um pouco de tempo, a pesada cruz que O esmaga, pelos ombros: o sofrimento do Cristo pelas dores e necessidades de cada um de Seus protegidos na Terra, a começar dos que mais inspiram asco e desprezo.

Faze isso, e te verás chegando, em casa, conclusa a reunião de permutas psíquicas e espirituais, exaurido, pela labuta de socorro aos padecentes desencarnados, mas sentindo, concomitantemente, o canto do coro dos Anjos, em ressonância com tua consciência, em paz e realizada:

“Dorme em paz, viajor do bem, pelas trevas do mundo das sombras. Distribuis, hoje, o auxílio, o conforto e o esclarecimento, e computas, com isso, paulatinamente, os créditos e a estrutura íntimas com que conquistarás (à medida que acumulas meios para tanto) o passaporte para o paraíso, ainda mesmo em pleno andamento da encarnação que ora desfrutas, porque, “pari passu”, notarás, sensivelmente, uma mudança substancial de estado de espírito, até que te sintas incurso, sem espaço a vacilações ou perigo de retrocesso, no pleno alinhamento com os Agentes da Luz, na escuridão da Terra, ao te tornares, com disciplina e perseverança, canal da Divina Misericórdia a quantos puderem ser alcançados, pelo raio de tua influência pessoal direta ou indiretamente.”

(Texto recebido em 4 de fevereiro de 2010.)


Ajude a santa e sábia mestra espiritual Eugênia a disseminar Suas ideias de sabedoria e amor; e, com isso, tornar o nosso mundo mais feliz e pacífico. Basta que encaminhe este arquivo a sua rede de e-mails. Para tanto, utilize a ferramenta abaixo, com os dizeres: “Envie esta mensagem para seus amigos”.




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: