Benjamin Teixeira de Aguiar

29 de setembro de 2008
 

Tópicos da Palestra sobre Oração (*).

por Benjamin Teixeira.

Oração:
Falar com Deus.

Meditação:
Subir até Deus.

Intuição:
Ouvir Deus.

Formas de orar:

Recitada / Espontânea.
Em silêncio / Em voz alta.
Individual / Acompanhado.
No culto do Evangelho / Nos cultos coletivos.
Com palavras / Sem palavras.
Discursiva / Meditativa.
Conversando / Usando mantras.
Dirigida ao Criador / Dirigida aos Representantes do Criador.
Sentado / Deitado.
De joelhos (não recomendada) / Em posição de flor de lótus.
Com hora marcada / Sistematicamente.
Como função exclusiva / Permeando atividades mecânicas – higiene pessoal, limpeza de casa e outras ocupações domésticas, condução de veículos (com cuidado), etc.

Dicas práticas, para quando houver dificuldade em fazer preces:
Orar:

Em voz alta.
Debaixo do chuveiro.
Debaixo do chuveiro e em voz alta.
Escrevendo.
Dançando.
Cantando.
Pondo-a, mental ou verbalmente, sobre músicas não cantadas ou mesmo cantadas.

Ainda mais táticas favorecedoras da concentração e hábito:

Pedir ajuda de alguém, para orar em conjunto.
Fazer leitura de livros de conteúdo espiritual, em silêncio ou em voz alta.
Assistir a palestras ou cultos religiosos.
Procurar um templo ou lugar que se considere sagrado e lá orar, mesmo que não seja em horário programado a cultos.
Submeter-se a terapia de passes.
Ingressar numa religião convencional ou grupo religioso do próprio agrado, engajando-se nas atividades. Ou seja: freqüentar, disciplinadamente, um templo ou grupo espiritual.


(*) Algumas pessoas propuseram (três intuíram) a possibilidade de publicação, em nosso site, deste roteiro de tópicos utilizado na palestra de ontem, 28 de setembro de 2008. Apesar de não aditarmos, aqui, os comentários desdobrados à hora da explanação, sob inspiração dos orientadores desencarnados (os interessados podem encomendar o DVD da preleção, pelo e-mail: perguntas@saltoquantico.com.br), segue-se o esqueleto temático que, acreditamos, já pode ser de grande valia aos prezados internautas, em função da importância e gravidade do assunto, estando ele entre os que mais afligem os legítimos discípulos da Espiritualidade. A própria confecção desta lista, todavia, sofreu forte influência da mestra espiritual Eugênia, que, de ordinário, supervisiona-nos todas as atividades públicas.

(Nota do Autor)

(Revisão de Delano Mothé)




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail:
«Anterior
 
Próximo»