Espírito Eugênia-Aspásia

7 de maio de 2008
 

Manipulações de Culpa versus Verdadeiro Amor Materno.

(Mensagens Mediúnicas Pessoais – 24.)


Benjamin Teixeira
pelo espírito
Eugênia.

Diga a (…) que considero quase obrigatória sua ida episódica ao cinema, a fim de que se não confie à compulsão no trabalho, que em nada é útil, nem mesmo ao rendimento na própria tarefa profissional.

Seguindo, nesta fala do coração à prezada companheira de lides espiritistas-salto-quantistas, estou muito feliz de que haja recomeçado seu culto do Evangelho hoje, em sistema mais metódico, de leituras mais extensas. Ela andou, ultimamente, reduzindo, excessivamente, seu momento de reflexão matinal. É de suma importância que comecemos o dia com o nosso melhor, dedicando-nos a desenvolver sintonia com o Plano Sublime. Como disse Nosso Senhor Jesus, nas anotações de Mateus, capítulo 6, versículo 33, deve-se, primeiramente, buscar o Reino dos Céus, em sua Inteira Justiça e Ordem, de forma que todas as demais questões sejam supra-ordenadas por esta Influência Superior.

Gostaria, ainda, de aditar minha congratulação por sua postura mais firme com sua mãezinha hoje, sem ter falhado, em um milímetro que fosse, à correção cristã. Parabenizo-a, outrossim, por não haver-se culpado, como n’outras ocasiões se deu, em atitudes assertivas similares. A opinião de terceiros – inclusive de sua própria genitora – e os referenciais de expectativa cultural, tanto quanto as convenções do núcleo familiar, podem, em certa medida, instilar-lhe culpa, no mercado nefando de vibrações e padrões de pensamento que a co-dependência e as silenciosas vivências telepáticas propiciam. Todavia, está mais do que certa em se manter indene às manipulações de culpa, evitando seja invadida em seu livre-arbítrio de ser e agir ao seu modo, e não em concordância com os desejos, necessidades ou valores de outros, ainda que sejam das mais importantes pessoas em sua vida. O respeito é o precípuo elemento da incondicionalidade do amor de mãe… ou, então, este amor não será incondicional…

Deus a abençoe sempre,
Confiando-a à Nossa Mãe Santa,
Sua mestra e mãe,
Eugênia.
Aracaju, 5 de maio de 2008.

Duas fabulosas mensagens mediúnicas foram aqui publicadas, neste fim de semana… Pois é, amigo assinante… Tornamos à publicação de artigos mediúnicos também nos dias não-úteis, neste sítio eletrônico… A explicação, entre risível e muito educativa, para a aparente contradição de avisos sobre a temática da periodicidade de publicação das mensagens, está explicitada, em minúcias, em diálogo que travei com a grande mestra desencarnada, trazido a lume no próprio sábado, dia 03/05. Se não o leu e deseja acessá-lo, clique em “Mensagens Anteriores”.

Benjamin Teixeira.
Aracaju, 5 de maio de 2008.




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: