Espírito Irmã Brígida

2 de abril de 2008
 

Oração, em Estado de Graça.

Benjamin Teixeira
pelo espírito
Irmã Brígida.

Obrigada, Senhor, pela oportunidade de servir, santamente, em Seu Nome. Nem sabemos como dimensionar o valor extraordinário desta oportunidade, nem temos como Lhe agradecer ou retribuir-Lhe, a não ser em ainda maior devotamento, nas tarefas que nos foram designadas, por mercê de Sua Misericórdia Infinda. Não há alegria maior que esta: ser uma devota, esquecer-me de mim, para lembrar-me dos outros; e, neles, servir ao Senhor, disfarçado de sofredor, ignorante e viciado, porque, de fato, sabemos, há uma semente de Cristo até nas personalidades mais perversas e malevolentes.

Nos meus irmãos em humanidade, encontro, também, a mim mesma, refletida, às vezes ao avesso, vezes outras bem retratada, e posso me fazer fonte promotora do socorro, em forma de conforto, harmonia e sabedoria, para minha própria limitada pessoa.

Vejo a noite, magnífica, em seu manto de estrelas, quais se fossem enfeites cósmicos, para a prece que sou exortada a fazer, de louvor à Sua Grandeza sem-par. E passo, assim, ao trabalho de estender o bem ao meu semelhante, visitando residências, hospitais, orfanatos, asilos; e, por fim, as regiões de sofrimento abissal, nas furnas profundas do umbral.

Aqui, neste encontro destinado, adrede, ao empenho fraterno interdimensões, observo meus irmãos, com a bênção da fé espírita, orando juntos, em contrição sincera, pelejando, honestamente, pela superação das próprias fraquezas, para se tornarem canais vivos da Sua Fortaleza. Noto corações amorosos e dedicados à prática da caridade, em todos os ambientes por que trafegam, carregando, consigo, o coração como lâmpada divinal, a disseminar um pouco da Potência Infinita da Sua Inesgotável Usina de Amor. Que este grupo, Senhor, contagie outros, desta e de outras organizações, destinadas à edificação de Seu Reino de Amor sobre o orbe.

Abençoe-nos, Senhor Jesus, os propósitos vacilantes no bem, e torne-nos, quanto possível seja às nossas precárias condições evolutivas, representantes livres de Sua Presença no mundo, assim agindo como Seus porta-vozes, na ação providencial, em todos os sentidos, estejamos encarnados ou desencarnados.

Encerrando, Cristo Jesus, exoramos-Lhe a dádiva especial da fé, como o Senhor prometeu pedir ao Pai por Seus Apóstolos, ao partir de nosso mundo, um dia, há longínquos vinte séculos. Rogue por nós também, Mestre Amado, a fim de que, por motivo nenhum, afastemo-nos da graça inaquilatável de servir a Seu Império na Terra, o qual, lenta, mas irreversivelmente, instala-se em nosso planeta, para existir e atuar pela felicidade de todos, nos séculos de séculos que virão.

(Texto recebido em reunião mediúnica fechada do Instituto Salto Quântico, no dia 1º de abril de 2008. Revisão de Delano Mothé.)

Efeméride:

Hoje celebramos os 98 anos de nascimento de Chico Xavier, o maior médium da história do Espiritismo e um dos mais célebres e documentados paranormais do século XX, ao lado de Edgar Cayce, nos EUA. Chico Xavier, desencarnado em 30 de junho de 2002, renasceu, pela última vez, em corpo físico, no dia 2 de abril de 1910.

A Equipe.




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: