Espírito Demétrius

20 de setembro de 2007
 

Sopros de Sabedoria – 84.


(Enfrentando a complexidade da vida.)

Benjamin Teixeira
pelo espírito
Demétrius.

Ironia: para a mente madura e cínica.
Paradoxo: para o espírito lúcido e culto.
Contradição: para a inteligência refratária e preguiçosa.
Confusão: para o intelecto pobre e embotado.
Ambivalência: para a alma experimentada na vida, que vê além das aparências e enxerga fundo – a essência das coisas.

O que vislumbras, amigo? Como sentes o mundo?
Em torno de ti, a complexidade pode soar a convite ao trabalho e à reflexão, à criatividade e ao insight. Ou, de reversa maneira, conduzir-te ao desespero e ao medo, à angústia e ao tédio.

Diante do turbilhão de indagações que te cercam os passos e te solicitam respostas, evita, com todas as forças, a fuga pelo vício, pelo consumo desenfreado, pelo fanatismo alienante, pelas simplificações desavergonhadas do campo científico. Enfrenta a profundidade e abrangência de teus problemas, procura ajuda abalizada, medita, pondera, ora, espera…

Como reages ao mundo? Isso és.
Como constróis tuas reações? Assim definirás teu futuro.

(Texto psicografado em 20 de setembro de 2007. Revisão de Delano Mothé.)




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: