Espírito Eugênia-Aspásia

26 de julho de 2007
 

Felicidade (*).


Benjamin Teixeira
pelo espírito
Eugênia.

A felicidade não é só seu direito: é seu dever ser feliz.

Não há maior carma, desafio, síntese de todas as vitórias e processos de amadurecimento psicológico e iluminação espiritual, que a descoberta e vivência da felicidade, em nível pleno, profundo e completo, o que, necessariamente, passará pela consideração e administração da pluridimensionalidade que constitui o ser humano. Resumida e grosseiramente, poder-se-ia dizer que a multifacetada natureza da condição hominal se estrutura em dimensões como: física, material, social, psicológica, profissional, vocacional, lúdica, religiosa e espiritual, cada uma com suas necessidades e impulsos próprios, que devem ser gerenciados de molde a não entrarem em conflito entre si, mas, interagindo em harmonia, convergirem para um fim comum, determinado pelo centro de consciência, o Eu Superior, ou Self, o núcleo angelical ou divino, no âmago de cada criatura consciente.

(*) Este é um dos itens do opúsculo “A Sabedoria de Eugênia – Resumo da Filosofia da Mestra da Felicidade”, que estará sendo vendido, por um valor quase simbólico, ao final do evento Maria Cristo 2007, deste domingo, 29 de julho, às 19h30min, no Teatro Tobias Barreto.

A brochura será geminada a uma gravura (entregue como brinde, à compra do livreto), com a nova imagem publicada de Eugênia, esta num tamanho de folha A3 (para ser emoldurada, por quem desejar). Porque, afinal de contas, depois de divulgado o novo retrato de nossa grande mestra espiritual, em estilo clássico, pintura a óleo, numa bombástica ilustração em vídeo, qual será o eugeniano-salto-quantista que não vai querer levar uma cópia para casa, não é mesmo? (risos)

Eugênia, entretanto, julgou fútil apenas disponibilizarmos sua estampa, sem conjugarmos a ela um texto, ainda que diminuto, contendo vislumbres de seu pensamento. Assim, surgiu a súmula de sua principiologia revolucionária, quão didática, simples quanto profunda. Corremos (a equipe de edição e revisão – principalmente eu, Delano, Maisa e o pessoal da “Design em Movimento”) para recepção do texto, revisão, trabalho de diagramação (da capa, contracapa e do conteúdo) e, então, enviarmos o material aos serviços gráficos, juntamente ao quadro com o glorioso semblante da autora espiritual – tudo em um espaço exigüíssimo de uma semana!

Para completar, estávamos e estamos – embora, graças a Deus, a Maria e aos bons espíritos, tudo fluindo na mais perfeita paz – em meio às atividades frenéticas e entrelaçadas de 6 equipes de artistas, de profissionais do “show business” e do próprio Salto Quântico, trabalhando simultaneamente: 1) a de Marilia Teixeira, que inclui Roy Stephan (o ex-Menudo) e “back vocals”; 2) a Orquestra Sinfônica de Itabaiana, conduzida pelo maestro Ion Bressan; 3) a Academia Sergipana de Ballet, capitaneada por “tia Lalá”; 4) o pessoal da “Design em Movimento”, responsável pelas ilustrações em vídeo; 5) os técnicos de som, vídeo, iluminação e estrutura, que estarão trabalhando no Teatro Tobias Barreto; e 6) a turma gigante de voluntários e colaboradores do Salto Quântico, que laboram na infra-estrutura do grande evento, desde a divulgação do espetáculo até o atendimento ao público (ambas tarefas dirigidas por mim, e, mais diretamente, por minha assessora pessoal, Maisa Marante, diretora do Departamento Operacional de nossa Organização).

Ufa! Mas o resultado está ficando lindíssimo! Contando sobremaneira com as energias e a presença misericordiosa dos bons espíritos, só temos, realmente, que esperar momentos maravilhosos para a noite de gala, beleza e espiritualidade, deste domingo 29. Se você ainda tem alguma dúvida em comparecer, como diz, com muito humor, uma amiga querida: “Pegue-se pela gola da camisa e se arraste até lá!” (risos). Ao sair, estar-se-á agradecendo pelo esforço – garanto enfaticamente!

Não custa nada lembrar: se desejar ainda alguma informação aqui não disponível, ligue para 3041-4405.

Seu irmão em Cristo, Jesus e Maria Cristo,

Benjamin Teixeira.
Aracaju, 25 de julho de 2007.




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: