Benjamin Teixeira de Aguiar

25 de julho de 2007
 

25 Anos Depois, os 2 Desviados do Vôo Fatídico da TAM e a Tragédia que se Consumou.

por Benjamin Teixeira


O ex-Menudo Roy Stephan Rossello, espírita convicto e confesso, esteve conosco, na reunião mediúnica fechada desta terça-feira – Roy está trabalhando nos exaustivos e últimos preparativos para o Maria Cristo 2007 deste domingo (*). Mais uma vez, entre magníficas psicografias de caráter pessoal, contendo elementos íntimos que desconheço, no sempre inaudito espetáculo da imortalidade palpitante da alma humana, além das comunicações recebidas pelos outros médiuns presentes, foi inevitável que, antes e depois da parte central dos trabalhos – os mediúnicos propriamente ditos –, apresentássemos aos convivas do banquete espiritual a figura celebérrima que se fazia entre nós.

Para, no entanto, contextualizar (ou criar impacto para) o comentário que farei em torno de particularidade prosaica, a respeito desta apresentação, cabe-me destacar: foram 25 milhões de cópias vendidas em todo o mundo! Poucas celebridades e bandas, em toda a história da discografia mundial, conseguiram igualar ou superar esse feito. Foi o que o grupo Menudo chegou a vender, durante os seus 4 anos de existência, nos anos 80 do século passado. No auge do sucesso, estiveram no Grammy Awards, com Michael Jackson, e, num único show, realizado no Morumbi, em São Paulo, reuniram nada menos que 200 mil pessoas, alucinadas, na febre que assolava o Brasil por aqueles dias.




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: