Espírito Eugênia-Aspásia

23 de abril de 2007
 

Sopros de Sabedoria – 75.


(Como reagir ante surtos de arrependimento e culpa.)


Benjamin Teixeira
pelo espírito
Eugênia.

A luz da verdade chega até você, e nota seu coração cobrir-se de trevas, com o vislumbre do panorama dos erros que poderia ter evitado no passado. O arrependimento se faz atroz e a dúvida se lhe instala até mesmo sobre a qualidade do próprio caráter.

Todavia, amigo, argüimo-lo, do fundo do coração: que progresso não gera uma nova perspectiva, e que nova perspectiva não promove a avaliação diferente de si e do próprio comportamento, bem como do universo como um todo? O fato de enxergar falhas em sua conduta de outro tempo é prova inequívoca de que realmente se aprimorou, e de que, como galgou novo patamar de maturidade e lucidez, pode ver o que antes lhe estava vedado à visão embotada. Ironicamente, portanto, a percepção de um ontem ruinoso indica um hoje ridente de promissoras possibilidades para o amanhã. Destarte, entristecer-se com o passado é, paradoxalmente, um indício de que se deve alegrar com o presente, em função de uma possibilidade de porvir venturoso que se lhe descortina à frente.

Prometa ao Criador esforçar-se por não incorrer nos desvios de ontem. Comprometa-se a fazer um bem em medida tal que lhe permita ressarcir-se por todos os desvãos do pretérito. Mas jamais se permita ter subtraídas forças de soerguimento, pelo reconhecimento da própria mudança. A transformação para melhor existe para benefício de todos, a começar de você mesmo. Assim, não aplique mal a bênção divina e trate de disseminá-la, a mancheias, por onde passar, com quem puder.

(Texto recebido em 22 de abril de 2007. Revisão de Delano Mothé.)




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: