Espírito Eugênia-Aspásia

22 de abril de 2007
 

Sopros de Sabedoria – 74.


(Como seguir a própria natureza, sem tentar o impossível de sujeitar o mundo ao seu bel-prazer.)


Benjamin Teixeira
pelo espírito
Eugênia.

Renove suas concepções, e o mundo lhe parecerá novo.
Não adianta pretender submeter as pessoas e as situações ao talante de seus caprichos e idéias pessoais. Você se desgastará, fará violência a si e aos outros e ainda não logrará resultados, nem muito efetivos, muito menos duradouros.

Entretanto, se você reformula seus valores, em busca de encontrar o ponto ótimo, em que o núcleo profundo de suas intuições esteja em sintonia com os princípios transcendentes do universo, eis que tudo, como que num passe de mágica, entra em fluxo, e eventos, circunstâncias e recursos “miraculosamente” encadeiam-se, como se todo o cosmo “conspirasse” a favor da realização de seus projetos, de sua inspiração, de sua vocação.

Ou seja: num primeiro estágio de maturidade, a pessoa se submete ao mundo e à sua conjuntura existencial. Num segundo nível de consciência, ela intenta sujeitar o mundo ao alvedrio de suas vontades. Num terceiro e último patamar de lucidez, ela aprende a complexa e sutil arte de ouvir-se em profundidade, e de, concomitante e paradoxalmente, convergir para o que a externalidade numinosa deseja dela.

(Texto recebido em 21 de abril de 2007. Revisão de Delano Mothé.)




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: