Espírito Irmã Brígida

13 de junho de 2006
 

Respostas de Ontem e de Sempre.

Meus queridos amigos, companheiros e confrades:

Jesus, mais do que nunca, tem se mostrado atual e necessário, respondendo às mais prementes questões do cotidiano, tanto quanto às mais grandiosas expectativas e desafios do destino.

É Ele quem nos diz para pôr, em primeiro plano, o Reino dos Céus, para que o demais se nos acrescente, como foi ventilado há pouco, no estudo das diversas categorias de inteligência, devendo todos priorizar a espiritual e a moral (sobre a emocional e a racional).

Também foi o Mestre Quem disse que deveríamos perdoar “setenta vezes sete vezes”, já que precisamos manter a própria sanidade mental – e não propriamente homenagear a má conduta de quem quer que seja, com nossa indulgência.

Foi, por fim, Nosso Senhor Quem pediu que carregássemos nossas cruzes (de disciplina e esforço pessoal), para que atingíssemos nossos objetivos, como igualmente se discorreu a respeito nesta noite, quando se tratou do assunto da necessidade de perseverança, em quaisquer empreendimentos, neste mundo de provações.

Pretendo, assim, amigos, nestes instantes breves, deixar a exortação fraterna a todos os convivas deste banquete de Luz, no sentido de valorizarmos a Voz da Verdade, Que esteve entre nós há dois mil anos e Que continua Incompreendido, sendo, como sempre, a Fonte de solução para todos os problemas, tanto ontem, como hoje e para todo o sempre…

A sempre presente, servidora humílima,

Irmã Brígida.

(Texto psicografado pelo médium Benjamin Teixeira, na reunião pública de 11 de junho de 2006, no Espaço Emes, Aracaju, Sergipe. Revisão: Delano Mothé.)




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: