Espírito Irmã Brígida

18 de janeiro de 2006
 

Perdão uma Vez Mais.

Benjamin Teixeira
pelo espírito
Irmã Brígida.

Tu, querida alma feminina, vergastada pelas intempéries da vida, considera a necessidade de reiterar esforços no caminho do perdão.

Veredas difíceis, bem o sabemos, tens enfrentado, em tua espinhosa jornada existencial. É bem verdade que, exaurida, podes te sentir sem condições de prosseguir no empenho fraterno de serviço constante no campo do bem. Faze, ainda assim, o que estiver a teu alcance, para que as bênçãos do Senhor te agraciem e possas te soerguer do lamaçal de desânimo em que chafurdas, angustiada; e, por conseguinte, ofertar outra vez mais, o ósculo de amor da indulgência, ainda que à distância, àqueles mesmos semblantes amigos amados, que te viraram a face e te deixaram amargurada, abandonada, desamparada.

É possível, sim, rever o ressentimento, desfazer a mágoa e, deste modo, levantares-te acima da própria dor e fazeres a alegria daqueles que um dia te feriram o coração.

Perdão, perdão, perdão – foi a súplica de Nosso Senhor Jesus.
Concilia-te com teu adversário, ainda que apenas no recesso profundo de teu peito, a fim de que, dos refolhos de tua alma partam os revérberos da esperança para aqueles mesmos que, parecendo algozes, perfazem, entretanto, cortejo deplorável de almas desesperadas, desnorteadas, após longo ataque de forças constituídas das trevas.

Apieda-te, releva, desculpa e segue.

Irmã Brígida

(Mensagem recebida psicofonicamente, na reunião mediúnica fechada de 10 de janeiro de 2006.)




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: