Espírito Irmã Brígida

9 de setembro de 2005
 

Perseverando no Essencial (*).


Benjamin Teixeira
pelo espírito
Irmã Brígida.

“Entretanto, aquele que perseverar até o fim será salvo.”
(Mateus, 24:13)

Triste? Jesus é teu leme de alegria, conduzindo a nau de tua existência a águas mais movimentadas e cristalinas.

Ansioso? O Mestre é teu ungüento de tranqüilidade, fermentando-te a tensão, para convertê-la em paço de paz e de serena criatividade.

Temeroso? Lembra-te do Cristo, caminhando sobre as águas do Mar da Galiléia, e levanta-te do próprio pavor, para a calma do trabalho no bem.

Derrotado, infeliz, “completamente” arruinado e deprimido? Recorda-te de Lázaro, sepultado há quatro dias, quando visitado pelo Mestre, que o fez vir para fora do túmulo, quando já “cheirava mal”.

Em tudo, Jesus é nossa saída, solução, socorro, guia.

Somos discípulos de um vencedor da morte, de toda adversidade, de todos os impossíveis…

Não te deixes seduzir, assim, pelas insinuações da preguiça, do medo, do desânimo, das ilusões sensoriais. Tudo passa, somente o espírito permanece. Vigia, assim, teu mundo íntimo e tua conduta, porque terás um atalaia constante deste fundamental que és, realmente: o espírito; e esta sentinela é tua consciência.

Contemporiza, relativiza, adapta-te ao mundo moderno, promove o atendimento de tuas necessidades, mas não faças concessões demasiadas às conveniências e premências do momento, em prejuízo de teus princípios e valores, a ponto de te desconectares de teu fulcro de decência, espiritualidade e ideal.

Mantém fidelidade para com o essencial, acima de tudo, e segue adiante, sem temores improfícuos. Se perseverares no fundamental, estejas absolutamente certo disto: o Cristo te sustentará e te protegerá até o fim!…

(Texto recebido em 8 de setembro de 2005.)

(*) Trajada num lindo peplo grego de linho pérola e usando penteado clássico da época de Grécia Antiga, Eugênia conversou comigo um tanto, e depois anunciou “a nossa querida Irmã Brígida”, para grafar a mensagem coletiva do dia. Brígida, que desencarnou pela última vez em 1964, Salvador, Bahia, é amiga íntima de Eugênia e espírito de escol e grande sabedoria, sempre pautando suas mensagens em tom evangélico, normalmente respaldando todos os seus enunciados e raciocínios no pensamento de Jesus. Justamente ela, na condição de co-autora espiritual deste texto, uma bela e majestosa ariana de cabelos curtos e idade madura, desta vez, não me apareceu à psicovidência, restringindo-se a ditar o artigo que agora trazemos a lume. Brígida pertence, e é uma das mais brilhantes representantes, se é que assim podemos dizer, da “Escola Eugeniana de Pensamento”, como todos os orientadores desencarnados que psicografam por meu intermédio.

(Nota do Médium)




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: