Espírito Irmã Brígida

16 de junho de 2005
 

Em Jesus.

Benjamin Teixeira
pelo espírito
Irmã Brígida.


Querido amigo:

Jesus é o caminho, a orientação e o conforto para toda situação.
Não o compreenderam? O Mestre conclama: trabalhe ainda mais, e sirva sem descanso.
Foram ingratos com você? Olhe para cima, respire fundo e continue em sua tarefa.
Atacaram-no, cruel e injustamente? Jesus ensina: perdoe e oferte uma prece, o silêncio e mais serviço, ainda que, por enxergar que não lhe merecem mais confiança ou amizade, não os possa mais ter na intimidade, mas apenas na seara da caridade e da fraternidade, à distância.

É possível que o acusem de louco ou fanático, de trânsfuga do bom senso ou, de reversa maneira, de larápio sem vergonha. Ore, silencie e persista no seu posto de trabalho e amor. Porque, esteja certo, no tempo e no ponto que o Senhor desejar, tudo se esclarecerá e rumos melhores serão apontados no seu destino.

Assim, se alguém o tortura, é o Senhor quem o testa na paciência.
Se alguém lhe é infiel e você sofre decepções diversas, é o Senhor que investiga sua fé.
Se alguém lhe é duro na ordenança, é o Senhor que lhe examina os valores da obediência e da humildade.

Eles terão que dar contas por tudo isto, e sofrer tudo em dobro, mais ainda na medida em que você não merece o que fazem. Mas, da sua parte, após entregar a justiça a Deus, extraia a lição que lhe cabe e, feito isto, viva em serenidade e paz.

Não há vida sem dor, nem destino sem sacrifícios.
Quem foge da própria sina encontra sina pior.
Somente a criança ou o débil-mental podem supor possível viver sem esforços e sem disciplina.

Portanto, antes que desatine, no surto do desespero e da revolta, relembre Jesus, no alto da cruz, e diga: Senhor, obrigado por me ter confiado a minha própria cruz, e faça-me digno de ser chamado seu discípulo, porque, como o Senhor mesmo disse: “Quem quiser ser meu discípulo, tome sua cruz e me siga”.

(Texto recebido em 13 de junho de 2005.)




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: