Espírito Eugênia-Aspásia

16 de novembro de 2002
 

Carta a uma Princesa (*).

Benjamin Teixeira
pelo espírito
Eugênia.

Minha cara princesa, meu coração de ouro:

Que saudade de você!

Há quanto tempo gostaria de lhe falar, sem poder.

Ontem você me percebeu chegar, com a escuta profunda do coração.
Chorou, lembrou-se de mim, sentiu tristeza por ter desperdiçado os momentos que tivemos juntas.

Entretanto, nada disso faz sentido, nada disso vale a pena.
A única coisa que importa é nossa felicidade, nosso amor, e nós nos amamos, e somos felizes.

Quero que reconsidere, de fato, o padrão de relacionamento comigo.
Há muito que essa história se encerrou. Há tanto tempo estamos tão unidas pelo ideal, que não faz sentido ainda elaborar remorsos, por algo fossilizado e inútil. Imagine o que seria alguém ter remorsos pelo resto de comida que pôs no lixo na ceia de Natal do ano anterior. Ninguém pensa nem no resto do dia anterior, quanto mais do ano passado. Perceba, assim, o total contra-senso, a absoluta improcedência desse tipo de sentimento. Só o amor importa, só a felicidade importa, só a plenitude no contato com Deus importa.

Certa de sua felicidade,

Sua mãe,

Eugênia.
Danbury, Connecticut, USA, 15 de novembro de 2002.

(*) Quem leu “A Princesa do Mediterrâneo” terá uma dimensão do amor de Eugênia, pelas almas que se desviam da senda do bem. Inúmeras cartas afetuosas (esta não é das mais) tem a mentora desencarnada enviado a essa critura hoje redimida e por quem eu também quero muito bem e de quem atesto a completa sublimação de sua natureza antes fútil, agora nobre e boa. Foi ela aquela que no livro de co-autoria nossa e do espírito Gustavo Henrique, chamou-se Tereza, uma personalidade pérfida que foi a autora de todo um estratagema maquiavélico que levou à ruína as possibilidades de vida afetiva feliz da doce e sábia Felícia, nome que Eugênia envergou por aqueles longínquos dias do início do século XV. Lamentavelmente, esse nosso primeiro livro jaz esgotado há muito tempo. Todavia, se alguém tiver interesse especial em conhecer a história da última encarnação de Eugênia na Terra, procure, por favor, nosso pessoal de apoio, e poderemos conseguir uma fotocópia da obra. Telefone: (0xx79) 232 2626.

Nota do Médium.




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: