Banners de sabedoria

30 de agosto de 2002
 

Ouvindo a Voz do Coração.

Benjamin Teixeira
pelo espírito
Eugênia.

Ouça a voz do coração: ela nunca mentirá para você. Ela lhe pede fidelidade, devotamento e sacrifício. Gratidão, espírito de entrega e de amor. Ouça seu coração e saberá onde mora o caminho da felicidade.

A felicidade nunca estará na dissipação dos sentidos, nem na traição vil a compromissos assumidos – uma falácia tão óbvia que somente desvairados conseguem enxergar nela algum sentido.

Seja fiel a você mesmo, e será feliz.

Peça incansavelmente inspiração a Deus, pondere sempre, nunca aja por impulso, reflita nas conseqüências de cada ato, antes de concretizá-lo, e será mais aproximado do acerto e da satisfação de estar alinhado consigo mesmo e com o universo.

Existem brilhantes argumentos, racionalizações excepcionais que convidam ao relaxamento das disciplinas morais. Só que nenhum deles pode substituir o sentimento de dever cumprido e a paz de consciência que advêm do reto seguimento dos próprios ideais.

Fique atento, amigo, ao canto da sereia dos sedutores baratos da hora que passa. O que interessa são as grandes questões, os grandes padrões de destino, os grandes panoramas espirituais. Não perca toda a paisagem, preocupado com uma sujeira singela na janela. Olhe para o conjunto, esqueça-se de bagatelas, e siga, rumo à própria vitória, pela única forma que há: coerência absoluta aos próprios propósitos e ideais.

(Texto recebido em 28 de agosto de 2002.)





Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: