Espírito Demétrius

1 de novembro de 2001
 

Assembléia sobre a Coragem.

A consciência humana tem múltiplos limites, desconhecidos; e potenciais, igualmente, inimagináveis. Somente quando se alia disposição a se experimentar e viver tudo que está ao próprio alcance, descobre-se o que a que se veio ao mundo, o que realmente se é. A insegurança e o sentimento de desvalia pessoal, decorrentes do baixo nível de auto-conhecimento, tornam o indivíduo bisonho e tímido, já que não se sente em condições de enfrentar desafios de nenhuma ordem que exceda o medíocre.

Demétrius.


O medo é o maior bloqueio à felicidade. Quem tenta e se expõe, na busca dos próprios ideais e objetivos, sempre logra algum resultado. Assim, somente com coragem e audácia, alguém pode se conhecer em profundidade, realizar e ser feliz.

Gustavo Henrique.


Jesus pediu coragem a seus discípulos. Não admitiu acovardamento, fuga ao testemunho ou ao compromisso. Não há cristão autêntico, sem coragem plena. É indispensável muita bravura para vencer o homem velho e todos os seus vícios, e fazer nascer o homem novo da narrativa evangélica, para isso arrostando todos os zombadores e adversários do mundo material.

Irmã Brígida.


Cresça em seu coração, e a coragem surgirá. Cresça em intelecto apenas e a coragem ficará toldada por múltiplas camadas de pseudo-prudência e pseudo-proteção, que nada mais são que racionalizações a ocultar a covardia e a falta de ideal e amor pela vida.

Temístocles.


Somente o amor transforma. E o amor de mãe é capaz dos maiores arrebatamentos. Uma mãe, percebendo um filho em perigo, esquece todos os princípios de cautela e mesmo ignora os mecanismos de defesa pessoal, e lança-se a salvar seu tesouro. A coragem tem sua fonte mais segura e imorredoura no amor.

Eugênia.


Os homens estiveram em campos de batalha, no correr de séculos. Naturalmente desenvolveram um destemor e uma capacidade de exposição a riscos singulares, experiência essa que as almas femininas, que aportaram mais em corpos de mulheres, não dispuseram. Natural que essas últimas sejam menos predispostas a agir com destemor e combatividade. Além do que, os elementos culturais e mesmo bio-químicos que afetam a neurofisiologia cerebral, como a presença maior de testosterona e as conformações próprias da amígdala cerebral no homem, inclinam os seres humanos do sexo masculino a serem bem mais agressivos que seus pares femininos, e a agressividade, sem sombra de dúvidas, é importantíssimo elemento a favorecer a coragem.

Roberto.


A verdade só é descoberta pelos bravos. Não é fácil enxergar-se como realmente se é, ver o mundo como ele realmente é. Não é fácil confrontar as mentiras interiores e as ilusões do mundo exterior. Quem quer um pouco de saber, deve se candidatar, primeiramente, às linhas de frente da dor, da sensação de vulnerabilidade, da coragem do guerreiro que vai enfrentar os mais temíveis dragões e demônios que podem existir: aqueles que habitam seu cosmo íntimo.

Anacleto.


(Textos recebidos pelo médium Benjamin Teixeira, em 1º de novembro de 2001.)




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: