Espírito Demétrius

8 de outubro de 2001
 

Lidando com o Mal em Si Mesmo.

Benjamin Teixeira
pelo espírito
Demetrius.

O problema da espécie humana é ou se identificar com o mal, ou reprimi-lo. O caminho da plenitude e da paz, passando pelo laborioso processo de integração psicológica, caminha pelo meio termo, entre esses dois extremos: assimilar os conteúdos energéticos e informativos do mal, para dirigi-lo ao bem. Deve-se fazer criteriosa elaboração dos substratos psíquicos, entendendo-os como desafios à auto-transcendência, começando, todavia, pela aceitação dos níveis atuais de desenvolvimento em cada setor da psique. A aplicação de toda energia mental em atividades construtivas é o referencial maior para se avaliar a qualidade do processo de integração psicológica.

Não adianta bombardear a mente com atitudes recriminatórias. A culpa gera ainda mais angústia, que fragiliza o indivíduo, para o intento de se levantar do charco moral em que se sente chafurdar.

Verifique o mal que há em si; escarafunche, nas profundezas da própria alma, seus fatores etiológicos e, por fim, concentre-se em polarizar sua mente na meta maior de ideal que lhe inflama a alma, conduzindo todas as forças da mente para sua sustentação e desdobramento no mundo físico.

Essa a melhor forma de se libertar do mal. Como disse Jesus: Pai, (…) não os deixeis cair em tentação (que aproveitem a crise, sem dela fugir), mas livrai-os do mal (mas que nela não se corrompam).

(Texto recebido em 5 de outubro de 2001.)




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: