Espírito Eugênia-Aspásia

19 de fevereiro de 2001
 

Avisos de Amigo.

Benjamin Teixeira por diversos Espíritos.

Existem, de fato, grandes dificuldades, no caminho do homem de bem. Escolhos de toda ordem se multiplicam, obstruindo-lhe a passagem, rumo à felicidade e à paz, convidando-o a desistir dos propósitos subidos.

Se lhe faltam, agora, recursos à realização, reconecte-se a Deus, e verá tudo se reorganizar, da melhor forma possível, só que num nível mais alto de consciência, que nunca teria alcançado se não houvesse atravessado o momento de crise.

Gustavo Henrique.

Você gostaria de não cometer deslizes ou pelo menos alguns deles, em particular. O coração, prenhe de fantasias de onipotência, sussurra-lhe segredos fantasiosos, que você acolhe, ingenuamente. A Divina Providência, amiúde, faz uso das fraquezas do indivíduo para lecionar-lhe força em setores vitais da alma, como a humildade, o senso de proporções, o equilíbrio, a moderação, a fé.

Duvide de tudo que fuja, um milímetro que seja, do senso auto-crítico. Muito importante a autoconfiança, mas mais ainda é o autoconchecimento. Sem ele, a confiança em si converte-se em arrogância, prepotência e presunção, com todas as funestas conseqüências que essa tríade pode trazer a uma pessoa.

Eugênia.

Está decepcionado consigo? Congratulações: você evoluiu o bastante para perceber falhas em si e para estar disposto ou sentir necessidade de eliminá-las.

Fracassou em sua iniciativa de serviço humanitário? Comece tudo do zero, novamente, com o mesmo entusiasmo de antes. As quedas constituem parte indissociável do processo de conquista, ascese e aprendizado.

Anacleto.

O cansaço lhe chega aos olhos, que pesam. Não sente mais nenhuma disposição ao serviço. O dever o espera, porém, sem lhe dar tréguas, sem lhe dar condições à negociação, e você segue, sobranceiro.

Siga, alma amiga, por entres as veredas do sacrifício, do devotamento ao seu ideal, e o tempo se encarregará de fazer florir o jardim de sua alma, com os crisântemos da paz e as margaridas encantadoras da felicidade.

Gustavo Henrique.

(Textos recebidos em 18 de fevereiro de 2001.)

Nota do Médium:

Anacleto, mais uma vez, dá um show de sabedoria, com esse texto. Ele próprio considera estar tratando, nele, do assunto capital a ser ventilado. Por isso, alertamos o leitor para em especial dar-lhe atenção.

Integrante, conforme recentemente nos foi informado, por fonte fidedigna, da Escola de Sabedoria, a instituição do Plano Maior responsável pela direção dos movimentos filosóficos e ideológicos em nosso planeta, presidido por Pitágoras, e logo abaixo das ordens do Governador da Terra, Nosso Senhor Jesus Cristo, Anacleto é um dos gênios celestes que têm muito a nos dizer e falam somente o estritamente necessário, mas também o que não podemos, por isso mesmo, sob pretexto nenhum, deixar de aplicar.

Circunspecto e profundo, quando consigo, mui raramente, divisá-lo pela psicovidência, Anacleto sempre surge em meio a estupenda explosão de luz, causando pasmo e reverência. A vibração de verdade, se assim posso me expressar, desse ser venerável do além é quase esmagadora. Nenhum espírito, dos que temos tido contato, apresenta maior envergadura evolutiva, no correr desses 13 anos de exercício mediúnico.

Por conta disso, de todo coração, sugiro que o prezado leitor abra a mente e a alma para receber a visita intelectual do grande filósofo da Grécia Antiga, que ainda faz questão de se manter incógnito, e que se digna, misericordiosamente, a descer da altíssima freqüência psíquica que lhe é típica, a fim de nos visitar e lecionar diretamente lições preciosíssimas para nossa paz e felicidade.

Beba cada palavra de Anacleto, como um elixir para sua realização pessoal – falando sempre de modo didático e simples, mas com uma lógica, bom senso, abrangência e, paradoxalmente, espírito de síntese ímpares, quer o mestre do além tão-somente isso: que apreendamos claramente suas idéias e, em concordando com elas, possamos aplicá-las de imediato.

Benjamin Teixeira.
Aracaju, 19 de fevereiro de 2001.




Cadastre-se e receba mensagens por e-mail: